A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Junho de 2018

28/11/2017 20:17

Agraer e prefeitura de Aquidauana discutem regularização do Paxixi

Nyelder Rodrigues

Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) e prefeitura de Aquidauana se reuniram nesta terça-feira (28) para discutir a regularização de terras da colônia Paxixi, localizada no distrito de Camisão e está sob responsabilidade do município aquidauanense - localizado a 135 km de Campo Grande.

A colônia fica a 18 km da cidade de Aquidauana e foi criada em 1972, tendo desde então mudanças de donos e desmembramentos em outras área menores. A situação fez com que as dimensões reais atualmente seja divergente da registrada em cartório.

"Paxixi é uma área muito extensa que engloba a sede do distrito de Camisão e muitas propriedades rurais. No passado, a área já foi do Estado, contudo, foi doada há muito tempo, mas nunca regularizada de fato. Ou seja, o que a Agraer pretende é junto com a prefeitura regularizar a situação dessas terras", explica o diretor-presidente da Agraer, André Nogueira.

Loteado em área rural e urbana, o Paxixi tem, conforme estimativa, 2.429 hectares, o que inclui 172 lotes rurais, uma área urbana considerável e o Cera (Centro de Educação Rural de Aquidauana).

"Nessas terras todas existem áreas que ainda permanecem no nome do Estado e algumas que não foram tituladas. O que a gente quer fazer é regularizar tudo isso. Daí a necessidade de se conversar com os órgãos municipais", completa o engenheiro agrimensor da Agraer, Cláudio Roberto Nunes.

A partir de 11 de dezembro, será feito um diagnóstico da região de Paxixi pela Agraer, visando identificar todos os ocupantes, checar todos os documentos e, em cima disso, fazer um estudo para identificar o que precisa ser feito em cada uma das propriedades. Um trabalho será feito em parceria com prefeitura.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions