A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

09/02/2016 16:10

Agricultores cobram melhorias em estradas danificadas pelas chuvas

Mariana Rodrigues
Os buracos na via são enormes e estão piorando com as chuvas. (Foto: Direto das Ruas)Os buracos na via são enormes e estão piorando com as chuvas. (Foto: Direto das Ruas)
Ontem os moradores colocaram madeiras como forma de ajudar na travessia de caminhões. (Foto: Direto das Ruas)Ontem os moradores colocaram madeiras como forma de ajudar na travessia de caminhões. (Foto: Direto das Ruas)

Moradores do Assentamento Itamarati, em Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande, reclamam da falta de condições de tráfego em rodovias vicinais da região. Segundo eles, o maior problema está na MS-164, que liga o município a Maracaju, onde 18 caminhões carregados com soja estão parados nesta terça-feira (9)

Segundo consta, os veículos não conseguem trafegar devido aos danos na estrada de chão batido, causados principalmente pelas chuvas. Luiz Artur dos Santos, produtor rural e presidente da Associação de Moradores do Assentamento Itamarati, que reúne cerca de 4 mil agricultores, diz que a situação é precária, os caminhões estão atolados e precisam da ajuda de tratores para fazerem a travessia.

"Hoje está chovendo aqui estamos entrando em desespero, pois dependemos dessa estrada para fazer o escoamento da soja", lamenta. Os assentados colocaram pedaços de madeira na tentativa de tapar os buracos. Mas, não foi suficiente para conseguir melhorar a situação da via.

Santos afirma que há outras estradas no assentamento, todas com problemas. Ele conta também que os próprios moradores se reuniram e alugaram máquinas para tentar fazer a manutenção dos pontos mais críticos da MS-164.

Ainda conforme informações do presidente da associação, a prefeitura local deu aporte de 200 litros de diesel por semana e mais uma máquina pá carregadeira para que os trabalhos fossem realizados, mas o combustível é insuficiente. "Essa quantidade a gente gasta em um único dia", afirma.

Como forma de reivindicação, os assentados prometem fechar a rodovia na manhã desta quarta-feira (10) cobrando providências dos órgãos responsáveis. "Esperamos que umas 10 mil pessoas estejam amanhã cedo na estrada que liga Ponta Porã a Maracaju cobrando providências do governo", destacou.

O Campo Grande News tentou, mas, devido ao ponto facultativo por conta do Carnaval, não conseguiu contato com a Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura) e a Prefeitura de Ponta Porã.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions