A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Novembro de 2019

08/11/2019 16:59

Após denúncia de briga, policia acha 2 mil munições e projéteis em casa

Emerson Patrick Pereira dos Santos afirmou que estava “guardando” todo o material apreendido para um amigo

Geisy Garnes
Munições, estojos vazios e projéteis apreendidos (Foto: Divulgação)Munições, estojos vazios e projéteis apreendidos (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar de Três Lagoas – 338 quilômetros de Campo Grande – apreendeu mais de 2 mil munições, estojos vazios e projéteis de diversos calibres em uma residência do Bairro Nossa Senhora Aparecida. O flagrante aconteceu após moradores denunciarem briga entre três homens, na madrugada desta sexta-feira (8).

Conforme divulgado, testemunhas flagraram a discussão entre três homens na Avenida Filinto Müller. De longe, viram um dos envolvidos na confusão sacar uma arma e ameaçar os outros dois. Logo em seguida o suspeito e o comparsa entraram em uma Saveiro e fugiram do local. Assustados, os moradores resolveram pedir ajuda a dois policiais de folga que passavam pela região.

Os militares conseguiram seguir o veículo e passaram para a Central de Operações da Polícia Militar o exato local em que os suspeitos pararam. Eles viram ainda um dos homens descer da Saveiro, entrar em uma casa e sair rapidamente, em alta velocidade.

Mais uma vez os policiais tentaram acompanhar os suspeitos, mas perderam o veículo de vista. As equipes que realizavam rondas pela região continuaram as buscas pelos homens e conseguiram encontra-los na Avenida Clodoaldo Garcia, cruzamento com a Rua Maria Guilhermina Esteves.

Em buscas, uma faca foi apreendida dentro do carro e as equipes resolveram voltar a casa em que minutos antes os suspeitos haviam parada. Na residência encontraram em cima do guarda-roupas várias caixas e sacos contendo munições carregadas, estojos vazios, projéteis de diversos calibres de uso permitido e restrito.

Foram apreendidos 1140 projéteis (que é a ponta da munição), 22 munições carregadas e aproximadamente mil estojo (onde a pólvora fica armazenada). Além disso, foram encontrados apetrechos para o carregamento de munições, como prensa e gabaritos.

Um rapaz de 23 anos, que estava no local no momento das buscas, afirmou que não sabia sobre as munições e que a casa era do seu primo, Emerson Patrick Pereira dos Santos, de 19 anos. Para a polícia, o morador explicou que estava “guardando” todo o material apreendido para um amigo.

Todos os moradores da casa foram levados para a delegacia, mas apenas Emerson foi preso em flagrante pelo crime de posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions