A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

18/09/2019 11:46

Após suspensão de edital, Saúde reabre contratação para gestão de Regional

Dezoito empresas estão habilitadas a administrar contrato de R$ 54,3 milhões por ano

Tainá Jara
Hospital Regional de Ponta Porã foi o primeiro a ser entregue para gestão de organização social no Estado (Foto: Divulgação)Hospital Regional de Ponta Porã foi o primeiro a ser entregue para gestão de organização social no Estado (Foto: Divulgação)

Suspenso na semana passada para alteração de regras, o chamamento público de organização social para administrar o Hospital Regional de Ponta Porã, distante 324 quilômetros de Campo Grande, foi reaberto pelo governo do Estado. Mudanças foram feitas no cronograma para contratação de R$ 54,3 milhões por ano.

Conforme publicado na edição desta terça-feira, do Diário Oficial do Estado, a entrega de envelopes com a proposta foi adiada de 12 de setembro para 21 de outubro deste ano.

A justificativa da Ses (Secretaria de Estado de Saúde) para suspensão do texto anterior era em relação a exigem de calção. O objetivo da mudança é aumentar o número de empresas que podem concorrer. Atualmente, 18 organizações sociais estão habilitadas a participar ao chamamento público.

O processo de seleção foi aberto em agosto deste ano em meio a uma crise no hospital. Até março deste ano, a unidade era administrada pelo instituto Gerir. Responsável pela gestão desde 2016, a OS foi a primeira a atuar em hospitais público do Estado. A justificativa para o rompimento da parceria foram sucessivos problemas, descumprimento de metas e atraso salarial.

Com a ruptura, o Instituto Acqua assumiu de forma emergencial a administração do hospital pelo valor de R$ 27.159.043,86 será pelo período de 180 dias, sendo R$ 4,5 milhões por mês. A organizaçãol tem sede em São Paulo, mas a principal área de atuação e no estado do Maranhão, onde administra seis hospitais.

Não há informações sobre se a organização esta entre as habilitadas ao chamamento público para continuar administrando a unidade de Ponta Porã. 

Mais serviços - Em junho deste ano, a entidade também foi contratada para gerenciar, operacionalizar e executar as ações e serviços de saúde no Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados. Para este serviço, a organização vai receber quase R$ 4,3 milhões para tocar o hospital no prazo improrrogável de 180 dias.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions