A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Outubro de 2019

18/08/2019 21:17

Apreensão de droga pode estar ligada a morte de homem esquartejado

Dois dias antes de Adolfo morrer, operação da polícia apreendeu 51 kg de cocaína e prendeu um traficante

Clayton Neves e Helio de Freitas, de Dourados
Adolfo Gonçalves Camargo, morto na última sexta-feira. (Foto: Arquivo pessoal)Adolfo Gonçalves Camargo, morto na última sexta-feira. (Foto: Arquivo pessoal)

A polícia paraguaia suspeita que a morte de Adolfo Gonçalves Camargo, de 31 anos, encontrado esquartejado, na última sexta-feira (16), tenha ligação com operação de Amambay, que apreendeu 51,6 quilos de cocaína. Adolfo foi sequestrado e o corpo encontrado horas depois em sacos plásticos em Sanga Puitã, distrito de Ponta Porã, a cerca de 323 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com informações do site ABC Color, a operação que apreendeu a droga aconteceu na quarta-feira (14), dois dias antes da morte de Adolfo, no Bairro Guarani. Na ocasião, Ronny Von Gonçalves Silva foi preso e policiais apreenderam um veículo Citroën e a carga de cocaína.

Investigações aponta que a morte de Adolfo seria um acerto de contas por causa da droga que traficantes perderam. O caso segue sob investigação.

O caso - O corpo de Adolfo Gonçalves Camargo, de 31 anos, foi encontrado esquartejado no começo da noite de sexta-feira (16) em Sanga Puitã.

O rapaz foi sequestrado horas antes no Bairro do Granja, na cidade fronteiriça. O corpo foi encontrado esquartejado dentro de três sacos plásticos pretos. Ainda não há informações sobre o paradeiro dos criminosos.

Os bandidos que levaram Adolfo estavam em uma caminhonete S-10, com placas do Paraguai.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions