A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/04/2016 09:43

Assaltantes mantêm três pessoas como reféns para roubar caminhonete

Assalto ocorreu ontem à noite na Sitioca Campo Belo, em Dourados; vítimas foram levadas para área rural e liberadas duas horas depois

Helio de Freitas, de Dourados

Três pessoas foram assaltadas e mantidas como reféns na noite deste domingo (3) em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Os três bandidos, dois deles armados com uma pistola e um revólver, levaram celulares, documentos e talões de cheques, além de uma caminhonete Toyota Hilux. Segundo os próprios assaltantes disseram às vítimas, o veículo tinha sido encomendado por receptadores do Paraguai.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil, o assalto ocorreu por volta de 19h de ontem, em uma propriedade rural próxima ao perímetro urbano, localizada na Sitioca Campo Belo.

Estavam no local Fernando Rodrigues da Silva, 36, Viviane Cristina Goncalves, 31, e Junior Rodrigues da Silva, 29. Três homens – dois deles com idade entre 20 e 22 anos – teriam chegado à propriedade, na saída para Caarapó, e anunciaram o assalto.

Segundo as vítimas, os bandidos pegaram celulares, carteiras, dinheiro e documentos pessoais e colocaram tudo em uma sacola de cor verde. Depois conduziram as vítimas para dentro da Hilux prata, placa OOG-9243, e as levaram até uma casa em frente à estação de tratamento de água.

As três pessoas foram deixadas nos fundos de uma casa sentados no gramado, sendo vigiadas por dois homens. Segundo as vítimas, os assaltantes mantinham a calma e até diziam se as pessoas precisassem de remédio ou lanche eles poderiam buscar. Disseram também que a caminhonete estava sendo levada para Capitán Bado, no Paraguai. “Vocês sabem que isso é pedido né?”, teria dito um deles aos reféns.

Depois de uma hora e meia no local, os reféns foram libertados e os assaltantes fugiram. Segundo as vítimas, um deles tinha compleição física forte, era moreno claro, 1,65 de altura, com uma mancha entre os dedos indicador e polegar da mão esquerda, podendo ser uma tatuagem. Estava de boné e bermuda. O segundo assaltante era magro, moreno claro, 1,67 de altura mais ou menos e usava aliança de ouro na mão esquerda. Já o terceiro bandido não foi visto pelas vítimas, pois ficou distante do cativeiro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions