ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  23    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Atacado por pistoleiros, fazendeiro de 57 anos morre após 4 dias

Paulo estava internado em Dourados e morreu neste domingo. Velório será no Paraná

Por Ana Oshiro | 27/09/2021 09:34
Paulo tinha 57 anos, corpo será velado e sepultado no estado do Paraná. (Foto: Redes Sociais)
Paulo tinha 57 anos, corpo será velado e sepultado no estado do Paraná. (Foto: Redes Sociais)

Paulo Sérgio de Freitas Miranda, fazendeiro de 57 anos, morreu neste domingo (26), em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Ele foi atacado por pistoleiros na última quinta-feira (23) e não resistiu aos ferimentos. Velório e sepultamento serão realizados na cidade de Guaíra, no estado do Paraná.

O crime aconteceu na fazenda de Paulo, localizada no complexo de fazendas Araguaia, no município de Naviraí. Câmeras de segurança flagraram a chegada e saída da dupla de pistoleiros da propriedade. Até o momento, ninguém foi preso e o motivo do crime não foi revelado.

Paulo foi atingido com tiros no rosto, braços, abdômen e mãos. Ele foi socorrido em estado grave pelo Corpo de Bombeiros Militar, que foi acionado pela esposa da vítima. O fazendeiro recebeu os primeiros atendimentos no pronto-socorro de Naviraí e foi encaminhado para Dourados, onde permaneceu internado até morrer. Paranaenses, Paulo e a família teriam se mudado da Região Sul do país para Naviraí há pouco tempo.

Atentado - As imagens das câmeras mostram os pistoleiros chegando na fazenda em um veículo Monza, de cor prata. Eles param o veículo de frente ao barracão, onde ficam os maquinários agrícolas. A propriedade rural fica localizada no complexo de fazendas Araguaia, em Naviraí.

O primeiro a descer do veículo é o passageiro, um homem trajando camiseta branca, calças jeans, tênis na cor preta e boné branco. Ele caminha tranquilamente em direção ao barracão. Em seguida, o motorista do veículo também desce, ele está trajando camiseta na cor azul, calça jeans, tênis vermelho e boné azul.

A dupla entra no barracão e vai até os fundos, onde a vítima estava acompanhada da família e de alguns pedreiros. As imagens das câmeras não mostram o momento em que os tiros foram disparados somente contra Paulo, apenas os pistoleiros entrando e saindo do local.

Depois dos disparos, a dupla sai correndo, mas um deles ainda volta e ameaça os familiares, de acordo com informações do site Tá na Mídia Naviraí. Em seguida, a dupla foge no mesmo veículo que chegaram. O carro usado pela dupla foi encontrado abandonado na estrada que liga Naviraí ao assentamento Juncal.

Segundo informações, os dois homens fugiram a pé e abordaram um motorista de caminhão pipa, tentando "pegar carona". Logo em seguida, eles abordaram uma caminhonete e, com armas em punho, fizeram o motorista refém e obrigaram o homem a dirigir até a área urbana de Naviraí, onde desceram do veículo e fugiram a pé pelo Bairro Jardim Paraíso.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário