A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/07/2016 12:32

Atraso do governo federal mantém obra da Sul Fronteira paralisada

Anny Malagolini

A implantação e pavimentação asfáltica da chamada Sul Fronteira, rodovia estadual MS-165, entre os municípios de Paranhos e Coronel Sapucaia, está paralisada há quase sete meses. Com a crise do governo federal, a obra ficou sem repasses, e só deve ser retomada no próximo mês. A rodovia está em obras desde 2009.

A obra na MS-165 se arrasta por 7 anos, e neste período,  foram executados menos da metade de todo o projeto. O atraso no repasse do convênio com a Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) ao governo estadual seria o principal fator do atraso. Dos R$ 8,7 milhões do contrato, ainda há o saldo contratual de R$ 5,7 milhões.

De acordo com o governo do Estado de Mato Grosso do Sul, em dezembro do ano passado, as obras da rodovia já haviam sido paralisadas. Na época, a Construtora Sanches Tripoloni, responsável pelo empreendimento, alegou que, em virtude das fortes chuvas do período, não teria condições de seguir as obras.

Mas depois de sete meses, as obras seguem paradas. A novidade é a publicação de dois termos de paralisação das obras nos lotes 2 e 3, e a novo prazo de retomada, conforme publicação no Diário Oficial do Estado.

O lote 2 do empreendimento soma 7,66 quilômetros de extensão. O prazo de paralisação concedido foi de 120 dias, a contar de 1 de abril de 2016. Já o terceiro lote, iniciado em 2011, contém 10,5 quilômetros de extensão – entre os km 20,7 e 31,2 da rodovia - e as obras no local estão paradas desde 1 de março de 2016. A retomada dos serviços, de acordo com o extrato, deveria ter ocorrido na última na sexta-feira, dia 1º.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions