ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Banco de leite do HU convoca mães para evitar colapso no estoque

Volume mensal de até 150 litros caiu para 110 em novembro e pode faltar leite materno para crianças em tratamento no hospital

Por Helio de Freitas, de Dourados | 23/12/2015 10:05
Banco de leite do HU de Dourados garante alimento para crianças internadas (Foto: Divulgação)
Banco de leite do HU de Dourados garante alimento para crianças internadas (Foto: Divulgação)

As doações para o Banco de Leite Humano do (Hospital Universitário) da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) começaram a cair de forma acentuada, como ocorre frequentemente nessa época do ano.

Segundo a assessoria do hospital, o volume de 130 a 150 litros doados por mês caiu para 110 em novembro e se a queda continuar pode faltar leite para alimentar as crianças internadas na UTI Neonatal e na Unidade de Cuidados Intermediários, já que em janeiro as doações caem ainda mais por causa das férias. O banco de leite utiliza pelo menos cem litros por mês.

Para evitar colapso no estoque, o que poderia comprometer o tratamento de recém-nascidos internados no hospital, os colaboradores do banco “convocam” mães em período de aleitamento para doarem o leite sobressalente.

A enfermeira Neiva Barreto disse que é um chamado especial às mães douradenses, para que se solidarizem com o trabalho da equipe e com os bebês internados no HU. “Muitas doadoras estão viajando e outras acabam desistindo das doações nessa época, mas para nós é essencial que novas mães se voluntariem, pois nosso volume de litros de leite está gradativamente diminuindo”.

Para fazer a doação, a mãe deve entrar em contato com pelo telefone (67) 3410-3002. Uma equipe capacitada vai até a casa da doadora, faz a visita preliminar e orienta a voluntária sobre como fazer a ordenha da maneira correta e recolhe o leite doado.

Além da coleta feita na casa das voluntárias, o procedimento é realizado internamente, com as mães que estão com filhos internados no HU. Segundo a assessoria do hospital, o leite doado na unidade é diretamente empregado na alimentação dos bebês. Já o material coletado externamente é transportado até o hospital e passa por processo de pasteurização antes de ser usado.

O trabalho de recolhimento das doações externas é feito com apoio do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que oferece o serviço de transporte, e do Corpo de Bombeiros, que disponibiliza uma servidora capacitada em aleitamento materno para orientação.

O Banco de Leite Humano do HU é o único de Dourados e conta com dez colaboradores que atuam nas consultas individuais para ordenha, visitas domiciliares para a coleta e na pasteurização do leite para consumo dos bebês. A equipe também faz orienta as mães sobre amamentação.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário