ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Bandido do PCC morto pela polícia levava caminhonetes e ainda fechava portão

Nos dois casos ocorridos ontem e hoje em Dourados, proprietários dormiam enquanto veículos eram levados

Por Helio de Freitas, de Dourados | 11/04/2024 09:57
Duas caminhonetes Hilux furtadas ontem de madrugada e recuperadas no Paraguai (Foto: Divulgação)
Duas caminhonetes Hilux furtadas ontem de madrugada e recuperadas no Paraguai (Foto: Divulgação)

“Ágil como gato”. Foi assim que policiais definiram Leandro Lourenço Gonçalves, 39, o “Leandrinho do PCC”, morto na madrugada desta quinta-feira (11) após confronto com agentes da Polícia Civil em Dourados, a 251 km de Campo Grande.

Nas duas últimas madrugadas, Leandro invadiu duas casas em bairros nobres da cidade e furtou três caminhonetes Toyota Hilux. Em ambos os locais, os moradores estavam dormindo e não perceberam qualquer movimentação do bandido.

O Campo Grande News apurou que “Leandrinho” era considerado uma “máquina de furtar caminhonetes”. Não havia obstáculo capaz de detê-lo. O bandido invadia as casas mesmo com muro alto, cerca elétrica e sistema de alarme.

Depois de chegar ao quintal, entrava nas residências, pegava a chave da caminhonete, tirava o veículo da garagem e antes de ir embora ainda fechava o portão. “O dono só ia perceber o furto quando acordasse”, disse um policial.

Na madrugada de ontem, Leandrinho invadiu uma casa no Jardim Tropical, na região norte da cidade, e com ajuda de comparsas levou duas caminhonetes.

Leandro Lourenço Gonçalves, o “Leandrinho do PCC” (Foto: Reprodução)
Leandro Lourenço Gonçalves, o “Leandrinho do PCC” (Foto: Reprodução)

Com apoio da Polícia Nacional, policiais civis e agentes da delegacia da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Dourados recuperaram as duas caminhonetes ontem, em Pedro Juan Caballero.

Um dos envolvidos no esquema, responsável em levar as caminhonetes de Dourados para o Paraguai, foi preso. Ele revelou quem estava praticando os furtos e disse que havia uma lista de veículos a serem furtados pelo integrante do PCC.

Sabendo que os furtos vinham sendo praticados por Leandro Lourenço Gonçalves, equipe do SIG (Setor de Investigações Gerais) começou a investigar os próximos passos do bandido.

Na madrugada de hoje, alertados por policial de folga sobre movimentação suspeita no Jardim Europa, policiais do SIG se deslocaram ao bairro. Na Rua João Fagundes de Menezes, a equipe se deparou com uma Hilux prata e tentou abordar o condutor.

Armado com revólver, Leandrinho resistiu e tentou fugir pela porta do carona. Segundo a Polícia Civil, ele atirou em direção aos policiais, foi atingido por dois disparos e chegou a ser socorrido ao hospital, mas morreu antes de receber atendimento médico. “Leandrinho” estava foragido da Justiça.

Segundo fontes policiais, as caminhonetes furtadas seriam utilizadas para envio de cargas de maconha do Paraguai para o Brasil. O PCC e outras facções brasileiras controlam as lavouras de maconha na linha internacional.

Hilux roubada na madrugada de hoje e ao lado a arma de assaltante e manchas de sangue (Foto: Leandro Holsbach)
Hilux roubada na madrugada de hoje e ao lado a arma de assaltante e manchas de sangue (Foto: Leandro Holsbach)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas  redes sociais.

Nos siga no Google Notícias