ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Bandidos danificam caixas eletrônicos, mas não levam dinheiro

Por Caroline Maldonado | 08/09/2014 11:43
Caixas ficaram danificados, mas dinheiro não foi levado (Foto: Marcos Donzeli/Jornal Nova Notícias)
Caixas ficaram danificados, mas dinheiro não foi levado (Foto: Marcos Donzeli/Jornal Nova Notícias)

Uma agência bancária teve três terminais de auto atendimento danificados na madrugada de hoje (8), em Nova Andradina, a 300 quilômetros de Campo Grande. Segundo a gerência do banco Bradesco, apesar dos estragos os vandalos não conseguiram levar dinheiro.

O caso ocorreu na agência que fica na rua Vearni Castro, no Centro da cidade, de acordo com o jornal Nova Noticias. Ainda conforme a gerência, a agência atende os clientes normalmente nesta segunda-feira.

O estrago dos caixas causou transtorno e no início da manhã havia filas em todos os setores de atendimento, segundo o jornal. Em entrevista, um dos clientes disse que o atendimento estava lento nos caixas.

Outros casos – Na quinta-feira (4), em Chapadão do Sul, a 321 quilômetros de Campo Grande, caixas eletrônicos foram explodidos, em uma conveniência. Vários homens invadiram o local em uma ação, que os moradores da região consideraram como “altamente sincronizada, sem erros”, segundo o jornal Capital do Pantanal. A ação,entre a chegada dos bandidos, o estouro da porta de vidro, o uso das dinamites até o recolhimento do dinheiro em duas sacolas, demorou menos de 3 minutos e ninguém ficou ferido.

Em maio de 2013, dois caixas eletrônicos do Banco do Brasil foram arrombados no Terminal Rodoviário da cidade. A explosão foi tão grande que o ar deslocou parte do forro do terminal.

Em 2012, o alvo foi uma agência do Banco do Brasil, na Avenida Onze. Os bandidos usaram maçarico, arrombaram os caixas eletrônicos e levaram todo o dinheiro, além de documentos de envelopes de depósitos feitos pelos clientes. Os ladrões usaram lonas amarelas nas janelas do banco para abrir os caixas sem serem notados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário