A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019

10/09/2017 15:30

Bandidos invadem casa e ferem agente penitenciário a coronhadas

Ele também teve uma costela quebrada e acabou sendo levado para o hospital

Viviane Oliveira

Agente penitenciário sofreu fratura na costela e ferimentos na cabeça após lutar com bandidos, que invadiram a sua casa, por volta das 18h30 de ontem (9), em Coxim, distante 260 quilômetros de Campo Grande. O servidor público, que continua internado em observação, tem um cargo de chefia no Estabelecimento Penal Masculino do município.

Conforme o presidente do Sinsap/MS (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de Mato Grosso do Sul), André Luiz Garcia Santiago, que está na cidade para acompanhar as investigações, o agente penitenciário havia acabado de entrar em casa, quando foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta. “Eles chegaram xingando o agente e tentaram levá-lo para o fundo do imóvel”, diz o sindicalista. O passageiro portava duas armas. Os bandidos usavam capacete e não foi possível identifica-los. 

Para se defender, o agente entrou em luta com os homens. Houve disparos, mas uma das armas falhou. A vítima foi atingida a coronhada na cabeça e teve uma das costelas quebradas. “Ele só não foi baleado porque conseguiu escapar e correr para dentro de casa. Os bandidos fugiram”, diz Santiago. O agente foi socorrido para uma unidade de saúde, onde continua internado sob observação. A Polícia Civil da cidade investiga o caso. 

O sindicato marcou para a próxima terça-feira (8) assembleia para discutir a situação com categoria. “Não vamos esperar morrer mais um. Nós estamos acompanhando as investigações. Solicitamos segurança e escolta ao agente, que continua hospitalizado”. O nome do servidor e o hospital onde está não será divulgado por questão de segurança.

Segundo Santiago, a polícia investiga se o crime faz parte de uma mobilização criminosa chamada 'salve geral' para celebrar o aniversário do PCC (Primeiro Comando da Capital), comemorado no dia 31 de agosto. “Havia um alerta em todo Estado", diz. 

O atentado ao agente penitenciário Enderson Antônio Bogas Severi, 34, ocorrido por volta de 7h de ontem (31) em Naviraí, a 366 km de Campo Grande, faz parte de uma mobilização criminosa, chamada “salve geral”, para comemorar o aniversário do PCC (Primeiro Comando da Capital), facção criminosa presente nos maiores presídios do país e responsável por assaltos, sequestros, assassinatos e rebeliões em todo o território nacional.

Atentados - Em 2015, o agente penitenciário Carlos Augusto Queiróz de Mendonça, 44 anos, foi executado com pelo menos cinco tiros durante o plantão no Estabelecimento Penal de Regime Aberto e Casa do Albergado, na Vila Sobrinho, em Campo Grande. Um ano depois, em 2017, O agente penitenciário Anderson Antônio Bogas Severi, 34, foi alvo de um atentado a tiros na manhã, em Naviraí. Ele seguia em uma moto Honda Biz quando os pistoleiros, em duas motos, se aproximaram e começaram a atirar.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions