ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Bebê que teve crânio fraturado recebe alta e é levado para abrigo

Exame comprovou fratura, mas não há indicação para cirurgia; bebê foi ferido durante briga entre os pais

Por Silvia Frias | 06/07/2020 08:28
Inchaço na cabeça de bebê foi percebido depois do banho (Foto/Divulgação)
Inchaço na cabeça de bebê foi percebido depois do banho (Foto/Divulgação)

O bebê de 5 meses que sofreu fatura no crânio recebeu alta da Santa Casa de Campo Grande e já foi transferido para abrigo em Costa Rica, a 330 quilômetros da capital. O recém-nascido deve ficar na casa assistencial até que a Polícia Civil conclua as investigações sobre a responsabilidade do ferimento, que teria ocorrido em briga entre os pais, na sexta-feira (3).

A assessoria da Santa Casa informou que a equipe médica atestou a fratura parietal (ossos que ocupam a lateral da calota craniana), próxima da base do crânio, indicada em tomografia feita no hospital em Costa Rica. Porém, o neurocirugião avaliou que não seria indicada cirurgia e que a recuperação mais rápida seria a calcificação do osso. O bebê recebeu alta ontem (5) sob orientação de cuidados e medicamentos.

Segundo informações do Conselho Tutelar, ele foi levado diretamente ao abrigo da cidade e deve permanecer no local até que se conclua o inquérito policial sobre a agressão.

O caso foi denunciado ao conselho na noite de sexta-feira (3) quando vizinhos da família relataram gritos da mulher e choro do bebê. Na casa, foi encontrado o proprietário, ex-marido, dizendo que ela saiu correndo depois de brigar com o atual companheiro. O casal mora no imóvel, abrigado pelo ex dela.

A mulher foi encontrada na rua, desnorteada, bêbada e ensangüentada, com a criança no colo que estava com as roupas sujas de sangue. Confusa, disse que foi atingida por vidro de perfume arremessado pelo companheiro, primo dela e pai do bebê. Quando as conselheiras pediram que ela retornasse até a casa para que pudessem conversar, a mulher fugiu, sendo encontrada horas depois pela PM (Polícia Militar).

Roupa do bebê suja de sangue (Foto/Divulgação)
Roupa do bebê suja de sangue (Foto/Divulgação)

Ela foi submetida a exames no hospital da cidade, enquanto o bebê era levado para abrigo. Quando a cuidadora deu banho no recém-nascido, viu o hematoma e o inchaço na cabeça. Ele foi examinado no hospital, que pediu transferência para Campo Grande após constatar a fratura no crânio. A mulher fugiu do hospital.

 Segundo informações da Polícia Civil, a mulher apareceu horas depois, no sábado e mostrou registro de nascimento, comprovando ser a mãe da criança. Em depoimento informal, disse que não se lembra direito do que aconteceu, mas acha que machucou o filho ao cair, depois que foi atingida na cabeça. O agressor, pai do bebê, está foragido. A polícia informou que os dois têm várias passagens por furto.