ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Boliviano e peruano são presos pela Polícia Federal em MS com 180 mil dólares

Dupla presa na região de Corumbá por militares do Exército chegou a oferecer 100 mil dólares em suborno para voltar à Bolívia

Por Izabela Sanchez | 05/08/2020 08:17
Dinheiro em espécie era levado por boliviano e peruano em rota clandestina da BR-262 (Foto: Divulgação)
Dinheiro em espécie era levado por boliviano e peruano em rota clandestina da BR-262 (Foto: Divulgação)

Um boliviano e um peruano foram presos por militares do Exército, na terça-feira (4), em Corumbá, a 419 km de Campo Grande, ao tentar passagem para o Brasil carregando U$ 180 mil dólares, divida em maços de dinheiro.

Em reais, o valor equivale, na cotação de hoje, a quase R$ 1 milhão.

Eles foram levados à Delegacia da Polícia Federal em Corumbá, aponta o Folha MS, mas antes, a dupla tentou subornar os oficiais ao oferecer U$ 10 mil, mais de R$ 50 mil, para que pudessem voltar à Bolívia sem irem presos. Militares do Exército estão localizados nessa região para apoio em operações de combate à pandemia.

A oferta foi aumentando com a recusa dos militares, destaca o site, até que os dois chegaram a oferecer U$ 100 mil para que os oficiais fizessem “vista grossa”.

Os dois foram presos quando tentavam atravessar a fronteira entre Brasil e Bolívia, na região de Corumbá, através de uma rota clandestina na BR-262. O jornal aponta que na abordagem, os oficiais notaram que eles carregavam muito dinheiro em espécie, em moeda estrangeira.

Ao serem flagrados, contaram que o dinheiro pagaria dívida de uma compra de colchões. Na delegacia, policiais federais contaram o dinheiro, que totalizou US$180.250,00 (cento e oitenta mil, duzentos e cinquenta dólares).