ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  28    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Bombeiros encontram corpo de jovem que desapareceu em balneário no Rio Dourados

Este é 4° caso de afogamento no fim de semana, três deles no domingo

Por Mirian Machado | 06/12/2021 14:56
Rio Dourados, onde Lucas se afogou. (Foto: Fátima News)
Rio Dourados, onde Lucas se afogou. (Foto: Fátima News)

O Corpo de Bombeiros localizou nesta segunda-feira (6), o corpo de Lucas Alves da Silva, 25 anos, que desapareceu na tarde de domingo (5), nas águas do Rio Dourados, em Fátima do Sul, cidade a 239 km de Campo Grande. Este é quarto caso de afogamento em rios e lagos no final de semana. No mês passado, o Corpo de Bombeiros chegou a afirmar que rios e lagos não são para banhos, pois não possuem segurança.

Lucas estava na Balneário Ilha do Sol, na companhia de amigos, quando se afogou. As circunstâncias do acidente será apurada pela polícia.

As buscas foram iniciadas ainda na tarde de ontem e pausadas durante a noite, porém logo na manhã desta segunda-feira (6), o Corpo de Bombeiros retomou as buscas. Segundo apurado pelo Dourados News, o local possui correnteza, o que torna ainda mais perigoso.

Afogamentos - Este é o quarto caso no fim de semana. Só neste domingo, ocorreram outros dois casos de afogamentos. Rene Saraiva, 45 anos, que desapareceu ao nadar no Rio Ivinhema, localizado entre as cidades de Ivinhema e Nova Andradina. Ele descia o rio a nado, quando afundou nas águas e não voltou mais. O Corpo de Bombeiros retomou, nesta manhã, as buscas pela vítima.

Imagem do lago da Estância Sonho Meu postada pela vítima. (Foto: Reprodução /Rede Social)
Imagem do lago da Estância Sonho Meu postada pela vítima. (Foto: Reprodução /Rede Social)

Dilson Garcia Vilhalva morreu afogado, depois de ter cãibra enquanto nadava no lago, na Estância Sonho Meu, localizada a 15 quilômetros do Centro de Ribas do Rio Pardo. Ele comemorava o aniversário de 31 anos. O acidente também ocorreu na tarde de ontem. O corpo foi encontrado duas horas depois das buscas serem retomadas na manhã desta segunda-feira (6).

Pouco antes de se afogar, Dilson publicou foto nas redes sociais com a frase: “Um brinde a vida, mais um ano, novas conquistas, novos sonhos, a gratidão por tudo meu Deus. Feliz demas (sic)”. Ele também postou foto do lago da estância. “E assim seguimos domingando (sic)”.

Amigos e bombeiros observam corpo no córrego. (Foto: Henrique Kawaminami)
Amigos e bombeiros observam corpo no córrego. (Foto: Henrique Kawaminami)

No sábado (4), um homem de 50 anos, identificado como Joaquim, foi encontrado morto, boiando em um córrego, dentro de propriedade rural em Campo Grande, a cerca de 4 quilômetros do Detran, na saída para Rochedo. Segundo testemunha, a vítima saiu para pescar com os amigos e ao nadar sozinho no córrego, acabou se afogando.

Alerta - No mês passado, depois de uma morte por afogamento no lago do condomínio Nasa Park, em Jaraguari, o chefe da Comunicação do Corpo de Bombeiros, Major Fábio de Lima, alertou que ninguém deveria se banhar nesses tipos de locais.

Preocupado com o crescente número de afogamentos com morte, o major explicou que apenas piscinas de condomínios, clubes e balneários são apropriados para banho, porque seguem regras de segurança exigidas pelo Corpo de Bombeiros.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário