A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/11/2015 10:16

Candidato vai à polícia contra suposta ameaça e tentativa de extorsão

Afeife Hajj, que disputa eleição para presidência da OAB estadual disse que crimes ocorreram sábado, quando ele estava em Dourados, onde mora

Helio de Freitas, de Dourados
Advogado douradense Afeife Hajj foi chamado de “turco caloteiro” em mensagem no celular (Foto: Divulgação)Advogado douradense Afeife Hajj foi chamado de “turco caloteiro” em mensagem no celular (Foto: Divulgação)

O advogado Afeife Mohamad Hajj, 64 anos, um dos seis candidatos que disputam a eleição para presidente da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso do Sul), procurou a polícia para denunciar suposta tentativa de extorsão, feita através de mensagens enviadas a seu telefone celular.

O caso teria ocorrido sábado (14), mesmo dia em que o boletim de ocorrência foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia de Dourados, a 233 km de Campo Grande, onde o advogado mora. Afeife é o primeiro candidato do interior a disputar a eleição.

Conforme a denúncia, feita ao delegado Mateus Zampieri Nogueira, por volta de meio-dia de sábado, Afeife Hajj teria recebido várias ligações em seu telefone celular. Como não atendeu na hora, ele teria retornado depois, mas não conseguiu falar com a pessoa.

“Turco caloteiro” – Minutos depois, o advogado começou a receber mensagens em tom ameaçador do número 0595971747515. “Não vai atender seu turco caloteiro”, “Já está bem claro você sabe o quanto eu quero já arrumei tudo para te f...”, “Ta sabendo, ou paga ou acabo com você meu presidente”, “Vai ter que sair dessa campanha de merda, vai ter que renunciar de tanta vergonha”, diziam as mensagens.

Na polícia, Afeife Hajj disse desconhecer o número de telefone. O caso, registrado como injúria e ameaça, já está sendo investigado pela Polícia Civil da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

Eleição – A eleição para as subseções e Seccional de Mato Grosso do Sul acontece sexta-feira (20). Além de Afeife Hajj, disputam a presidência estadual o atual vice-presidente Mansour Karmouche, o ex-secretário Jully Heyder da Cunha, o vice-diretor da ESA (Escola Superior de Advocacia) Luiz Renato Adler, o atual secretário-geral Lázaro José Gomes Júnior e o atual presidente, Júlio César Rodrigues.

A instituição movimenta em média R$ 11,4 milhões em receitas, segundo balanço de 2014 publicado no Portal da Transparência. Neste ano, a entidade teve R$ 7.793.835,25 em despesas, das quais R$ 4.397.014,05 foram destinadas ao pagamento dos 177 funcionários e R$ 3.203.234,82 repassados a outras instituições, como a OAB Nacional.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions