A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

28/03/2019 13:00

Carro amarrado com cordas é apreendido e PM descobre R$ 218 mil em dívidas

A maior parte, R$ 214 mil, refere-se a 366 multas aplicadas, todas por excesso de velocidade; condutor não tinha documentação que comprovasse propriedade e veículo foi guinchado

Silvia Frias e Helio de Freitas, de Dourados
Na checagem dos dados do veículo, uma coleção de débitos com taxas e multas (Foto/Divulgaão: PM)Na checagem dos dados do veículo, uma coleção de débitos com taxas e multas (Foto/Divulgaão: PM)

Carro em péssimas condições, enferrujado, amassado e com bancos soltos foi apreendido durante blitz da Polícia Militar de Nova Alvorada do Sul, distante 120 quilômetros de Campo Grande. Na checagem dos dados, os militares encontram 366 multas e débitos com taxas no valor de R$ 218,6 mil.

O flagrante aconteceu durante blitz de rotina, ontem, às 18h30, em frente ao quartel do pelotão da PM na Avenida Irineu de Souza Araújo. Ao ver o estado do veículo que passava, a equipe parou o condutor do Gol de 2011, placa EYS 1135 de Ibiporã (PR).

 

Carro flagrado durante blitz da PM de Nova Alvorada (Foto/Divulgação:Detran)Carro flagrado durante blitz da PM de Nova Alvorada (Foto/Divulgação:Detran)
Carro com placa do PR: bancos soltos e ferrugem  na lataria  (Foto/Divulgação: Detran)Carro com placa do PR: bancos soltos e ferrugem na lataria (Foto/Divulgação: Detran)

O tenente Klayton de Andrade Silva disse que o condutor aparentava ter ingerido bebida alcoólica, mas o bafômetro indicou índice abaixo de 0,33 mg/l. O homem disse ser proprietário do carro, mas não apresentou qualquer documento que atestasse a informação.

Na checagem dos dados, foram constados R$ 218,6 mil em débitos. De acordo com assessoria do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de MS), a maior parte, R$ 214 mil, refere-se a 366 multas aplicadas, todas por excesso de velocidade, sendo 74 por velocidade 20% acima do permitido, 76 entre 20% e 50% e 216 multas por trafegar em velocidade 50% acima do previsto em lei.

A conta termina com débitos de R$ 3.012,36 em IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, R$ 346 em taxa de licenciamento, R$ 61,93 em seguro obrigatório e o restante em multas.

Segundo a PM, o condutor foi liberado depois de prestar esclarecimentos. O carro foi levado para o pátio do Detran em Nova Alvorada do Sul.

Até corda era usada para segurar o carro (Foto/Divulgação: Detran)Até corda era usada para segurar o carro (Foto/Divulgação: Detran)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions