A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

17/07/2017 12:25

Casa com túnel nas paredes escondia cocaína avaliada em R$ 2 milhões

Dois homens foram presos pela Polícia Civil com 96 quilos de basta-base em uma casa localizada no Residencial Ponta Porã

Helio de Freitas, de Dourados
Os dois homens presos com pasta-base e material usado para embalar droga (Foto: Porã News)Os dois homens presos com pasta-base e material usado para embalar droga (Foto: Porã News)
Buraco na parede escondia tabletes de pasta-base de cocaína (Foto: Porã News)Buraco na parede escondia tabletes de pasta-base de cocaína (Foto: Porã News)

Policiais civis encontraram quase cem quilos de pasta-base de cocaína em uma casa com túneis nas paredes usados para esconder drogas, em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. A operação começou na sexta-feira (14) e foi concluída no fim de semana. Dois homens foram presos com a droga, avaliada em R$ 2 milhões.

Segundo a polícia, a casa localizada na Rua Genipapeiros, no Residencial Ponta Porã, era usada como entreposto da droga que vem do Paraguai e depois é enviada aos grandes centros consumidores do país.

Foram presos Marcel Ibarra Rollin, 42, e Carlos Gonçalves de Souza, 24. A polícia investigava o local após receber denúncia de que a casa era usada para armazenar droga.

A equipe do SIG (Serviço de Investigações Gerais), chefiada pelo delegado Rodolfo Daltro, também encontrou 400 gramas de haxixe, um subproduto da maconha, e grande quantidade de material usado para embalar droga.

O que mais chamou a atenção dos policiais foram os túneis construídos atrás das paredes, com espaço para esconder grande quantidade de entorpecente.

Segundo o delegado, os tabletes de pasta-base – material produzido com as folhas de coca e usado para fazer a cocaína – estavam no compartimento secreto da parede de um dos quartos. A abertura ficava atrás de um guarda-roupa.

Após duas semanas de investigação, a polícia chegou a Marcel Rollin, que é dono da casa, e Carlos de Souza, que pegava a droga no lado paraguaio e levava para o depósito.

Devido ao alto valor da droga, o material aprendido foi levado para vários endereços diferentes em Ponta Porã, por medida de segurança.

Idoso tenta salvar esposa das mãos de bandido e acaba ferido a tiros
Um idoso de 86 anos ficou ferido depois de ser atingido por um disparo de arma de fogo durante uma tentativa de assalto, na tarde de ontem (19), em M...
Durante abordagem, passageiro de ônibus finge passar mal e foge
Passageiro de ônibus fingiu passar mal para fugir da polícia, neste domingo (19), deixando para trás mala com maconha e os próprios documentos em Dou...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions