ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Casal é executado e homem ferido em outro ataque de matadores na fronteira

Vítimas estavam em Hilux prata atacada a tiros, em semáforo de Pedro Juan Caballero

Por Helio de Freitas, de Dourados | 25/08/2021 09:51
Hilux crivada de balas; ferido conseguiu dirigir até hospital, mas casal morreu. (Foto: Direto das Ruas)
Hilux crivada de balas; ferido conseguiu dirigir até hospital, mas casal morreu. (Foto: Direto das Ruas)

O banho de sangue continua no trecho mais violento da fronteira entre o Paraguai e o Brasil. Nas últimas 15 horas, cinco pessoas foram mortas e quatro feridas em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande.

Na manhã desta quarta-feira (25), homem e mulher foram mortos a tiros por pistoleiros no lado paraguaio. Eles estavam em uma caminhonete Toyota Hilux prata, atacada por pistoleiros de moto em semáforo no centro.

Outro homem que seguia com o casal na caminhonete, também foi atingido pelos tiros. Mesmo ferido, ele conseguiu dirigir a Hilux até o hospital particular São Francisco, onde foi socorrido. O casal já estava morto.

Veja o vídeo:

Morreram no ataque desta manhã Oscar Javier Martinez, 33, e Maria Ester Alonso, 41. Pedro Sebastian Gonzalez Martinez, 36, ficou ferido. Morador em Ciudad del Este, no Departamento (equivalente a Estado) de Alto Paraná, Pedro estava proibido pela Justiça de deixar o Paraguai. O motivo ainda é desconhecido.

Ontem à noite, dois homens morreram e três ficaram feridos – entre eles, um brasileiro – em ataque com pelo menos 50 tiros, assumido pelo grupo de extermínio autodenominado “Justiceiros da Fronteira”.

Horas depois, outro paraguaio foi morto com sete tiros de pistola 9 milímetros quando chegava em casa. Até agora, a Polícia Nacional não tem pista dos criminosos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário