ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  26    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Casal que morreu em acidente na BR-163 voltava de viagem a Santa Catarina

Velório de Eva de Lima Carli e Gilmar de Carli será realizado na manhã desta terça-feira (25) em Campo Grande

Por Aletheya Alves | 24/01/2022 13:32
Eva de Lima Carli e Gilmar de Carli morreram em acidente na BR-163. (Foto: Arquivo Pessoal)
Eva de Lima Carli e Gilmar de Carli morreram em acidente na BR-163. (Foto: Arquivo Pessoal)

Moradores de Campo Grande, Eva de Lima Carli e Gilmar de Carli estavam retornando à Capital após passar férias em Santa Catarina. Os dois foram vítimas de um acidente na BR-163, em Eldorado, na noite deste domingo (23) e não resistiram aos ferimentos.

Filha do casal, Katira de Carli, de 36 anos, explicou que sua família é de Chapecó e, por isso, os pais costumavam viajar até a cidade. Sobre o acidente, ele disse que todas as informações ainda são muito preliminares.

“Na verdade, não tem muito o que falar, o que nos relataram é que havia uma obra na pista e, por isso, eles estavam em uma fila com outros carros. Estavam parados e veio um caminhão desgovernado”, relata.

Caminhão atingiu cinco veículos em Eldorado, neste domingo (23). (Foto: Direto das Ruas)
Caminhão atingiu cinco veículos em Eldorado, neste domingo (23). (Foto: Direto das Ruas)

Ainda de acordo com Katira, apenas os dois haviam viajado desta vez e retornavam sozinhos. “Eles sempre vão para lá, estavam voltando e parados na obra da pista. Eram vários carros e apenas eles vieram a óbito, foi uma fatalidade”.

Devido ao tempo de transporte dos corpos até Campo Grande, o velório será realizado na manhã desta terça-feira (25), a partir das 7h, no Cemitério Jardim das Palmeiras, localizado na Avenida Tamandaré, Bairro Jardim Seminário.

Conforme relatado por Katira, o casal deixa dois filhos e três netos pequenos.

Eva e Gilmar deixam dois filhos e três netos pequenos. (Foto: Arquivo Pessoal)
Eva e Gilmar deixam dois filhos e três netos pequenos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Responsável pelo caso, o titular da delegacia de Eldorado, João Cleber Dorneles, relatou que o motorista do caminhão ficou no local do acidente durante todo o tempo e afirmou que os carros estavam em baixa velocidade. A colisão teria sido causada devido ao homem não conseguir parar.

Mesmo com o relato do motorista, o delegado informou que as causas do acidente serão investigadas. Equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal) também foi ao local e fez teste de bafômetro no caminhoneiro, que não indicou embriaguez.

Nos siga no Google Notícias