ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 

Interior

Caseiro é suspeito de matar cão Duke depois de ter carro arranhado

Vizinhos disseram a polícia que o tutor teria se irritado depois que o cão arranhou seu carro

Por Guilherme Henri | 30/08/2018 09:37

Caseiro de 39 anos é investigado pela polícia por ser suspeito de matar o cachorro na frente de quatro crianças. O fato ocorreu no início desta semana, em Deodápolis – a 252 quilômetros da Capital. Segundo vizinhos, o tutor teria se irritado depois que o cão arranhou seu carro.

Conforme o boletim de ocorrência, depois de ver o arranhão no veículo, Linderlei Moreira de Souza amarrou o cachorro que atendia pelo nome de Duque, da raça dog argentino e o arrastou para trás da casa. Lá, ele matou o cão com golpes de facão.

Depois de cometer o crime, Linderlei ainda arrastou o cachorro de motocicleta usando uma corda. O fato, conforme registro policial foi presenciado pelos vizinhos, que descreveram o animal como dócil e companheiro das quatro crianças.

O caso é trato como maus tratos, ferir ou mutilar animais. Ao Campo Grande News, o delegado que investiga caso, José Guilherme Urnau Romera, explicou que o suspeito não está preso, devido a baixa pena prevista em lei, porém ele deve ser intimado a prestar depoimento nos próximos dias.

Pelo crime, se condenado o suspeito pode pegar de três meses a um ano de prisão. No entanto, a pena pode aumentar em até um terço devido a morte do animal.

Nos siga no Google Notícias