ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Chuva dura cerca de 20 minutos, molha rua, mas piora o calor na região Norte

Por volta das 10 horas deste domingo, a água voltou a cair em Coxim, depois de mais de um mês de seca

Por Ângela Kempfer e Marcos Maluf | 20/09/2020 11:22
Avenida molhada em Coxim na manhã deste domingo. (Foto: Silas Lima)
Avenida molhada em Coxim na manhã deste domingo. (Foto: Silas Lima)

O que todo mundo esperava, finalmente aconteceu em Coxim. Depois de mais de um mês de seca, neste domingo a cidade aproveitou 20 minutos de chuva. As ruas ficaram molhadas, cena dos sonhos de todo sul-mato-grossense desde meados de agosto.

A breve chuva começou por volta de 9h40 e às 10h já tinha ido embora. Mas deu para comemorar. O pedreiro Sandoval da Silva Moura, 57 anos, nem guardou a bicicleta, curtiu a água andando por Coxim. "Já nem lembrava mais quanto tempo da última chuva. Saí de casa prevenido porque formou o tempo de chuva, essa garoa é abençoada", comenta.

Depois da trégua, o calor voltou em dose mais intensa. O pintor Josafá Pedro, 65 anos,  mora desde criança na cidade e sabe bem que temperatura alta é algo que os moradores precisam se acostumar em Coxim. Mas ele tinha esperança de mais chuva nesta manhã. "Não foi o suficiente. A fumaça está intensa ainda espero que Deus olhe por nós que venha mais chuva ainda", diz.

Sandoval nem guardou a bicicleta, curtiu a chuva na cidade. (Foto: Silas Lima)
Sandoval nem guardou a bicicleta, curtiu a chuva na cidade. (Foto: Silas Lima)

Em Mato Grosso do Sul, agora são 13 municípios que registraram chuva entre a noite de sábado (20) e domingo.

Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, teve o maior volume de precipitação com 17,5 milímetros, segundo o meteorologista Natálio Abraão. Itaporã está em segundo no ranking com 15,8 milímetros registrados na noite de ontem.

Em Laguna Carapã foram contabilizados 8,6 milímetros, em Caarapó 8,5 milímetros e Nova Alvorada do Sul 7,4 milímetros.  Ainda acima de 1 milímetro de chuva ficaram Rio Brilhante 3,4 milímetros, Ivinhema 1,5 milímetro, Aral Moreira e Corumbá com 1,1 milímetro cada.

Já nas cidades de Ponta Porã e Miranda foram contabilizados 0,4 milímetro e em Ribas do Rio Pardo 0,2 milímetro.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário