A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

02/01/2018 07:21

Com 79 milímetros de chuva em 4 dias, nível do rio Miranda preocupa

Última medição aponta para nível acima dos 7.35 metros; excesso de água provocou alagamentos em propriedades rurais

Liniker Ribeiro
Água do rio avança sobre casas de ribeirinhos em Miranda; excesso de chuva provocou alagamentos em imóveis rurais da região (Foto: Amarildo Arguelho)Água do rio avança sobre casas de ribeirinhos em Miranda; excesso de chuva provocou alagamentos em imóveis rurais da região (Foto: Amarildo Arguelho)

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) divulgou alerta na tarde de ontem (1º) devido ao excesso de chuvas na região pantaneira de Miranda, município a 201 quilômetros de Campo Grande. A preocupação é com o aumento no nível do Rio Miranda, que deve ultrapassar o nível de emergência nas próximas horas.

Segundo o instituto, caso isso venha a acontecer, danos materiais e com risco a integridade humana podem ser inevitáveis. Só nos últimos quatro dias, foram registrados 79 milímetros de chuva na região, o que fez elevar o nível do rio.

A previsão para esta terça-feira (2) é de mais chuva no munípio. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), o sol aparece entre nuvens nessa manhã, mas o tempo deve ficar cada vez mais nublado ao longo do dia, o que provoca pancadas de chuva a qualquer hora.

Ainda de acordo com o Imasul, a quantidade de chuva registrada na cidade já foi suficiente para que a água em excesso invadisse imóveis ribeirinhos e provocasse inundações em propriedades rurais.

Segundo informações do coordenador da Defesa Civil local, Amarildo Argueiro, o nível atualmente do rio está em 7.35 metros. Desde cedo, equipes percorrem regiões alagadas, mas até o momento, nenhuma família precisou ser retirada de casa. "Estamos acompanhando de perto a situação de cada morador, deixando nossos telefones à disposição, principalmente porque a previsão para hoje é de mais chuva e, até o almoço, o nível pode aumentar mais um pouco", afirmou.

Segundo Amarildo, a situação fica ainda mais complicada devido a quantidade de chuva nas cabiceiras, em Jardim, Bonito e Guia Lopes da Laguna.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions