ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Com atraso de 8 anos e R$ 10 milhões mais cara, obra em orla será iniciada

Ordem de serviço foi assinada neste sábado (28) à margem do Rio Paraguai

Por Adriano Fernandes | 28/05/2022 20:11
Deck que será feito à margem do Rio Paraguai. (Foto: Diário Corumbaense)
Deck que será feito à margem do Rio Paraguai. (Foto: Diário Corumbaense)

Oito anos depois do seu lançamento e quase R$ 10,9 milhões mais cara do que o preço inicial, obra na Orla Portuária de Ladário, enfim, teve a sua ordem de serviço assinada neste sábado (28). O projeto está orçado em R$ 19.989.315,01, sendo R$ 18.251.743,92 em repasses de emendas parlamentares e R$ 1.737.571,09 de contrapartida da prefeitura.

Quando foi lançado, em 2014, o projeto firmado entre a prefeitura do município e a empresa de Mineração Vale, estava orçado em R$ 11 milhões. Porém, com o atraso nas obras, o projeto teve acréscimo, seguindo também exigência da Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste).

Uma das justificativas para esse aumento, de acordo com a prefeitura de Ladário, foi que a indústria da construção civil registrou aumentos persistentes no custo do setor, fazendo assim, um reordenamento nos preços estimados quando a obra foi lançada. O motivo da demora para o início dos trabalhos, não foi divulgado pelo município.

Passarela que será feita na Orla de Ladário. (Foto: Diário Corumbaense)
Passarela que será feita na Orla de Ladário. (Foto: Diário Corumbaense)

Responsável pela emenda parlamentar, no valor de R$ 18.251.743,92, o senador Nelsinho Trad (PSD), destacou que a assinatura da ordem de serviço, representa o início de um sonho para Ladário, despontando o município no cenário do Estado e também do Brasil. O "start" nas obras, foi dado pelo prefeito da cidade Iranil Soares, acompanhado do senador de MS, neste sábado (28) à margem do Rio Paraguai.

“Essa é uma obra que vai beneficiar o estado todo, acredito que vamos ter movimentação financeira que vai impulsionar a economia local também. O cenário muda, os moradores terão paisagem muito mais linda para estar com a família. Com esse trabalho, se valoriza a área, as casas e terrenos, abrindo ainda portas para os empresários que queiram investir em nossa cidade”, disse Iranil Soares ao site Diário Corumbaense.

Área de lazer na Orla de Ladário. (Foto: Diário Corumbaense)
Área de lazer na Orla de Ladário. (Foto: Diário Corumbaense)

 O projeto promete colocar Ladário na rota do turismo sul-mato-grossense, e contará com um parque linear de 590 metros de extensão, academia ao ar livre, pista para caminhada, ciclovia, píer para embarque e desembarque, ponto para atendimento aos turistas, espaço destinado a vigilância através da guarda municipal.

Além disso, terá espaço para eventos culturais com arquibancada e palco, pista de skate, playground, espaço para mesas de jogos, quiosque para alimentação, chafariz, banheiros e fluviária (rodoviária fluvial para embarque e desembarque de passageiros).

 A assinatura na ordem de serviço contou com a presença de moradores e militares, como o vice-almirante Paulo Cesar Bittencourt Ferreira, comandante do 6° Distrito Naval e moradores da área.



Nos siga no Google Notícias