ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  16    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Público não aparece e município devolve 1,5 mil doses de Coronavac

Sem procura por segunda etapa da imunização, Três Lagoas doou Coronavac no final de maio e início de junho

Por Paula Maciulevicius Brasil | 18/06/2021 12:43
Agora para vacinar segunda dose da Coronavac, público precisa agendar. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Três Lagoas)
Agora para vacinar segunda dose da Coronavac, público precisa agendar. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Três Lagoas)

Na corrida pela vacina em todo o País, teve gente que não foi tomar a segunda dose da Coronavac. Em Três Lagoas, distante 327 quilômetros da Capital, a baixa procura fez com que a prefeitura devolvesse as Estado sobras da vacina. Foram 1,5 mil doses, redistribuídas a outras cidades.

Em nota, a assessoria de imprensa da Prefeitura explica que uma parte das pessoas que deveria ter ido tomar o reforço da Coronavac não compareceu.

Ao mesmo tempo, o governo do Estado fez a solicitação aos municípios já que a aplicação da segunda dose estava em atraso em cidades como Campo Grande. "Nós de Três Lagoas não poderíamos fazer diferente a não ser enviar essas 800 doses no dia 26 de maio e mais 700 no dia 2 de junho", explicou a assessoria.

Em compensação, o Estado repassou doses de Astrazeneca para que o município desse continuidade aos demais grupos de vacinação.

Lembrando que quem recebeu a primeira dose de qualquer vacina que seja, Coronavac, Astrazeneca ou Pfizer, só pode tomar a segunda do mesmo imunizante.

A prefeitura de Três Lagoas informou ainda que neste momento segue agendando a segunda dose de Coronavac, isso porque ao abrir um frasco que contém oito doses, precisa garantir que todas sejam utilizadas.

O vacinômetro de Três Lagoas aponta que 32% da população do município já recebeu a imunização. Ainda conforme o vacinômetro, 51.872 doses foram aplicadas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário