ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 15º

Interior

Com capacete na cabeça, traficante tenta despistar PRF, mas é preso com skunk

Droga foi buscada em Coronel Sapucaia e seria entregue na Rua 25 de março, em São Paulo

Por Adriano Fernandes e Helio de Freitas | 16/03/2021 20:52


Policial retirando os tabletes de supermaconha da mala. (Foto: PRF)
Policial retirando os tabletes de supermaconha da mala. (Foto: PRF)
Uniformizado com crachá e capacete na cabeça, um traficante tentou se passar por funcionário de uma empresa de alarmes de incêndio para tentar despistar policiais enquanto transportava 20 quilos de supermaconha em um veículo.

A prisão ocorreu na BR-376, em Amandina, distrito de Ivinhema, cidade que fica a 282 quilômetros de Campo Grande.  Jonathan Oliveira seguia viagem em um Onix que foi parado por policiais rodoviários federais, durante fiscalização na unidade operacional de Ivinhema.

Suspeito após ser flagrado com as drogas pelos policiais. (Foto: Direto das Ruas)
Suspeito após ser flagrado com as drogas pelos policiais. (Foto: Direto das Ruas)

Durante as buscas no carro, no porta-malas, foi encontrada uma mala, que, segundo o condutor seriam suas roupas trazidas para a viajem que fez até Dourados para realizar um trabalho com alarmes de incêndio.

Ele estava usando uniforme completo da suposta empresa, para tentar convencer os policiais da versão falsa sobre o motivo de sua viagem.

No entanto, ao abrirem a bagagem os policiais localizaram os 20 quilos da droga, que também é conhecida como skunk. Diante do flagrante, Jonathan admitiu ter sido contratado por um desconhecido no Centro de São Paulo, para ir buscar a droga em Coronel Sapucaia.

A droga teria de ser entregue na Rua 25 de março, uma das principais ruas do varejo da Capital paulistana.

Contudo, tanto o skank, quanto o traficante e o veículo foram encaminhados à Polícia Civil de Ivinhema.



Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário