A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/01/2016 22:34

Com Ivinhema, agora já são 26 municípios em situação de emergência

Flávio Paes
Prefeito de Ivinhema vistoria uma das áreas mais afetadas pelas chuvas (Foto:Divulgação)Prefeito de Ivinhema vistoria uma das áreas mais afetadas pelas chuvas (Foto:Divulgação)

Em ato publicado na edição desta quarta-feira (13) do Diário Oficial do Município, o prefeito Éder Uilson França Lima, decretou situação de emergência em Ivinhema, a 282 quilômetros de Campo Grande.

As chuvas provocaram estragos no município que segundo cálculo do prefeito, vão exigir investimento de R$ 7 milhões em obra para controle de erosão, reconstrução de pontes e estradas vicinais. Só neste ano já choveu na região 130 milímetros.

Entre as regiões da cidade mais afetadas pehuva está a ligação entre os bairro Itapoã residencial Solar do Vale, onde se formou uma erosão. Foi interditado também o acesso ao laticínio União, sentido Bairro Itapoã, onde a galeria não suportou a enxurrada.

Além de Ivinhema, decretaram emergência Batayporã, Vicentina, Taquarussu, Tacuru, Naviraí, Itaquiraí, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Amambai, Iguatemi, Sete Quedas, Paranhos, Caarapó, Juti, Novo Horizonte do Sul, Japorã, Eldorado, Deodápolis, Mundo Novo, Bela Vista, Laguna Carapã, Fátima do Sul, Caracol, Jardim e Campo Grande.

O decreto de Ivinhema considera que o município “tem sido acometido por chuvas intensas desde o dia 6 de janeiro, provocando enxurradas, alagamentos, vendavais e inundações em rios e córregos com destruição e danificação de edificações, estradas, pontes e tubulações”. Além disso, “que as chuvas acarretaram danos materiais e prejuízos econômicos e sociais nas áreas urbana e rural”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions