ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  30    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Com produção de calçados suspensa, fábrica confecciona máscaras de proteção

Por Adriano Fernandes | 06/04/2020 23:58
Unidade da Kidy Calçados em Birigui, SP. (Foto: Divulgação)
Unidade da Kidy Calçados em Birigui, SP. (Foto: Divulgação)

Com a suspensão da produção de calçados infantis, devido a quarentena de combate ao novo coronavírus, a fábrica Kidy Calçados, que tem unidades em Três Lagoas passou a produzir máscaras de proteção facial para hospitais.

A empresa também tem unidades em Birigui, SP, e passou a adotar a nova linha de produção, para evitar a demissão de funcionários e ociosidade das másquinas.  A expectativa é de que sejam produzidas até 120 mil máscaras por dia, conforme o presidente da empresa Ricardo Grácia.

Nos últimos dias as equipes das unidades de Três Lagoas e Birigui foram treinadas para a nova fase produtiva da empresa. Ainda conforme o site Perfil News, todas as máquinas usadas na produção de calçados serão foram aproveitadas na confecção das máscaras.

Mas novos equipamentos foram adquiridos para garantir a esterilização e o controle de qualidade dos novos produtos. Atualmente a fábrica fornece máscaras para o Hospital das Clínicas em São Paulo, mas também doou 35 mil unidades para o Fundo Social de Birigui e região e também para a Secretaria de Saúde de Três Lagoas.

Ricardo Grácia explica que após o surto do novo coronavírus, a empresa deve voltar a fabricar calçadas, mas por enquanto vai focar na produção das máscaras.

Na última semana a Justiça Federal de Campo Grande também autorizou a cervejaria Bamboa Ltda a produzir álcool 70, em gel e líquido, pelo período de 90 dias. O produto também está em falta diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e o valor foi pré-fixado em R$3,90 (embalagem de 500 ml).