ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  06    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Com sessões remotas, Câmara de Vereadores suspende recesso de julho

Projeto aprovado por unanimidade deixa Legislativo “de plantão” para votar matérias relacionadas à pandemia de covid-19

Por Helio de Freitas, de Dourados | 09/07/2020 10:16
Sozinho no plenário, presidente conduz sessão remota na Câmara de Dourados (Foto: Leandro Silva/Divulgação)
Sozinho no plenário, presidente conduz sessão remota na Câmara de Dourados (Foto: Leandro Silva/Divulgação)

A Câmara de Vereadores de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, suspendeu as férias de 15 dias previstas para este mês e vai manter as atividades durante o recesso de julho por causa da pandemia do novo coronavírus.

Para adotar a medida, foi preciso alterar o regimento interno. A proposta da mesa diretora foi aprovada por unanimidade pelos 19 vereadores douradenses em sessão extraordinária, de forma remota.

Desde 20 de abril, a Câmara de Dourados faz sessões por videoconferência e só o presidente, Alan Guedes (Progressistas), vai ao plenário para conduzir os trabalhos pela internet.

“Neste momento temos desafio pela frente e não seria adequado a Câmara se desmobilizar. É entendimento coletivo a importância do Poder Legislativo se manter mobilizado”, afirmou Alan Guedes.

Segundo o vereador, projetos importantes em andamento na Casa precisam ser promulgados e sancionados até o final de julho. “É dever da Câmara se manter mobilizada e entregar à sociedade as respostas tão necessárias”, declarou.