ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  14    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Contrabandista morto pelo Choque tinha documentos "quentes" de 3 estados

Em pouco mais de 6h, foram registradas três ocorrências pelo Choque, sendo um de contrabando e duas de tráfico de drogas

Por Viviane Oliveira | 05/06/2020 11:32
Além das caixas de cigarros, foram apreendidos com contrabandista celulares, dinheiro, folhas de cheque e arma (Foto: divulgação/Batalhão de Choque) 
Além das caixas de cigarros, foram apreendidos com contrabandista celulares, dinheiro, folhas de cheque e arma (Foto: divulgação/Batalhão de Choque)

Foi identificado como Sebastião Farias, 42 anos, o contrabandista que morreu em confronto com policiais do Batalhão de Choque numa estrada vicinal que dá acesso à MS-386, na região de Mundo Novo, 476 quilômetros de Campo Grande, nesta quinta-feira (4).

Sebastião estava com diversos documentos em seu nome, sendo uma RG registrada no Estado de São Paulo, uma RG de Minas Gerais, duas CNHs (Carteira Nacional de Habilitação) do Paraná, uma CNH vencida do Estado de São Paulo, além de R$ 11 mil em folhas de cheques e dinheiro. Segundo a polícia, os documentos eram "quentes". Sebastião não tinha passagem pela polícia no Estado.

Foram apreendidos ainda com o autor um revólver calibre 38 com numeração raspada, com 5 munições, sendo 4 deflagradas e uma intacta. Na Van dirigida pelo contrabandista foram localizadas ainda 50 caixas de cigarros, totalizando uma quantia de 2.500 pacotes.

Conforme o comandante do Batalhão de Choque, tenente-coronel Marcos Poletti, o caso aconteceu por volta das 15h, durante a Operação Hórus. Os policiais faziam patrulhamento no entorno da cidade, quando avistaram um Van prata com placas de Sarandi (PR) em alta velocidade.

A equipe sinalizou para que o veículo parasse, porém o motorista não obedeceu, entrou na Chácara Santa Rita, abandonou o carro, se embrenhou em meio a um milharal e atirou quando os policiais se aproximaram. Houve confronto e Sebastião foi atingido. Nenhum policial ficou ferido. Sebastião foi socorrido pela própria equipe para o Hospital Bezerra de Menezes, mas não resistiu. O caso segue sob investigação da Delegacia de Polícia Civil do município.

Droga que foi encontrada enterrada em fundo de quintal no Bairro Campo Belo (Foto: divulgação/Batalhão de Choque) 
Droga que foi encontrada enterrada em fundo de quintal no Bairro Campo Belo (Foto: divulgação/Batalhão de Choque)

Tráfico de drogas - Nesta quinta-feira (4), também houve apreensão de drogas por outras equipes do Batalhão de Choque em Campo Grande, por volta das 14h30. Após denúncias anônimas, um homem de 51 anos foi flagrado com 660 quilos de maconha em um caminhão baú, na Rua Praia Grande, no Bairro São Conrado. Cães farejadores participaram da ocorrência. O traficante confessou que receberia R$ 10 mil para levar o entorpecente para São Paulo.

Do outro lado da cidade, por volta das 21h, no Bairro Campo Belo, também houve apreensão de droga. Um adolescente de 16 anos, com várias passagens pela polícia, foi apreendido e um homem de 23 anos preso. Cerca de 13 quilos de maconha, que pertenciam aos dois, foram desenterrados do quintal do fundo de uma casa na Rua Lourenço da Veiga.

Mais de 600 quilos de maconha foram apreendidas em caminhão baú no Bairro São Conrado (Foto: divulgação/Batalhão de Choque) 
Mais de 600 quilos de maconha foram apreendidas em caminhão baú no Bairro São Conrado (Foto: divulgação/Batalhão de Choque)