A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 27 de Maio de 2017

24/05/2011 21:26

Corpo de jovem desaparecida em 2006 pode estar entre entulhos

Paulo Fernandes
Vanessa estava grávida de três meses quando desapareceu (Foto: Costa Rica em Foco)Vanessa estava grávida de três meses quando desapareceu (Foto: Costa Rica em Foco)

Atendendo pedido da Polícia Civil, máquinas da Prefeitura farão escavações amanhã em um terreno em Costa Rica (305 km de Campo Grande), na saída para Figueirão. A suspeita é de que o corpo de uma adolescente desaparecida em 2006 esteja naquele local.

De acordo com o site Costa Rica em Foco, pouco depois do desaparecimento de Vanessa Ferreira Nunes, em dezembro de 2006, trabalhadores que faziam a terraplanagem do local onde seria construído o Centro de Eventos Ramez Tebet disseram ter encontrado ossos e cabelos dentro de sacos de lixo.

O material foi depositado, junto com entulhos, no terreno localizado na saída para Figueirão.

À época, o então delegado da Polícia Civil em Costa Rica Lúcio Fátima já havia suspeitado que poderia se tratar dos restos da adolescente. No entanto, a polícia não conseguiu encontrar o corpo.

“Depoimentos que colhemos e denúncias que recebemos levam a crer que realmente o corpo da Vanessa foi enterrado em determinado local, provavelmente a casa no Vale do Amanhecer, onde morava o casal Robson Mendes de Oliveira e Inácia Campos, e posteriormente retirado e jogado na área onde foi construído o Centro de Eventos”, afirma o delegado Cleverson Alves dos Santos.

Ele disse ainda que não vai encerrar as investigações enquanto não encontrar o corpo de Vanessa. “Nós estamos bem perto de desvendar de vez este caso e não descansaremos antes disso”.

Ainda de acordo com o site Costa Rica em Foco, Vanessa estava grávida de três meses quando desapareceu.

Um osso foi encontrado enterrado na casa de Robson e Inácia. O material foi enviado para o Instituto de Criminalística de Campo Grande para a realização de testes de DNA.

Acusados de envolvimento no desaparecimento e morte de Vanessa, Robson Mendes de Oliveira, Inácia Campos e Celso Maldaner dos Santos, mais conhecido como Gaúcho, tiveram a prisão preventiva decretada e foram detidos no início de abril, permanecendo na cadeia por 30 dias.

Denúncias de ameaça a testemunhas do caso levaram Robson e Gaúcho novamente para a prisão no início deste mês, por força de determinação judicial.

Homem leva facada no peito depois de beijar outro no rosto
Um homem de 68 anos tentou matar outro de 33 com uma facada no peito, na madrugada deste sábado (27), depois de receber um beijo no rosto, em Paranaí...
Homem é encontrado morto no meio da rua com furo no peito
Um homem de 42 anos foi encontrado morto na madrugada deste sábado (27), em Três Lagoas, cidade distante 338 quilômetros de Campo Grande. De acordo c...
Carreta da Justiça visita mais um município do interior na semana que vem
Começa na próxima segunda-feira (29) mais uma etapa de atendimentos da Carreta da Justiça, projeto do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Su...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions