ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  13    CAMPO GRANDE 17º

Interior

Corumbá bate recorde e tem maior número de queimadas do país

Por Priscilla Peres | 31/10/2016 13:19
Só em outubro foram 818 focos de queimadas. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)
Só em outubro foram 818 focos de queimadas. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

Em dez meses do ano, Corumbá - distante 419 km de Campo Grande, foi a cidade do país que mais registrou incidência de queimada no país. Dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) mostram que foram 3.789 focos de incêndios florestais, 57,6% dos 6.579 registros em Mato Grosso do Sul este ano.

As informações são do site Diário Corumbaense e mostram ainda que a segunda no ranking nacional é Porto Velho, em Rondônia, com 3.507 registros de queimadas durante o ano. Mas Corumbá também lidera as estatísticas de outubro, com 818 focos no mês, onde Porto Velho também aparece em segundo.

Só nas últimas 48 horas, foram registrados 146 focos de incêndios florestais pelo INPE na cidade que faz fronteira com a Bolívia. O instituto usa oito satélites para fazer o monitoramento das áreas atingidas pelo fogo.

Combate - Em Corumbá, 16 profissionais temporários integram a brigada de combate às queimadas no Pantanal desde julho. O trabalho segue até final de novembro, quando geralmente começa o período de chuvas.

Ainda de acordo com o Diário Corumbaense, a atuação, até o ano passado, era por seis meses e terminava em dezembro. Mas, cortes orçamentários do Governo Federal afetaram o serviço que é executado pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) no combate às queimadas.

O enxugamento do orçamento obrigou o órgão a cortar em praticamente um quarto o total de brigadistas temporários para a região – caiu de 21 para 16 – e reduzir em um mês o período de atuação.

Nos siga no Google Notícias