A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

20/07/2015 19:27

Corumbá recebe investimentos e entra para a rota de São Paulo a partir de agosto

Renata Volpe Haddad
Aeroporto de Corumbá deve receber melhorias com investimentos do Programa de Aviação Regional. (Foto: Divulgação)Aeroporto de Corumbá deve receber melhorias com investimentos do Programa de Aviação Regional. (Foto: Divulgação)

Para fortalecer o transporte aéreo, a Prefeitura de Corumbá deve receber investimentos do Programa de Aviação Regional da SAC (Secretaria de Aviação Civil), da Presidência da República. A partir de agosto, voos de São Paulo saindo de Campinas, entram para rota de Corumbá, distante 419 km de Campo Grande.

De acordo com o prefeito Paulo Duarte, meios de fortalecer a atividade do transporte aéreo na região já estão sendo articulados. "O turismo é algo muito importante para o município e estamos trabalhando para manter a rota de ida e volta para Campo Grande, até porque ela também é importante", comenta.

Sobre os problemas inconstantes de permanência de empresas aéreas que atuam com rotas que incluem Corumbá, o prefeito afirma que já iniciou as tratativas na esfera Federal. "Além dos voos de São Paulo, queremos que a rota para Campo Grande seja viável, pois é muito importante não apenas para o turismo e para o setor comercial e industrial, mas para a população em si”, avalia.

As ações do Programa de Aviação Regional, contribuem também para manter o aeroporto de Corumbá equipado para receber os turistas. "O nosso aeroporto, que quase se equipara com o da Capital em termos de pista, é melhor que todos os outros municípios do Estado”, analisa.

Conforme a diretora-presidente da Fundação de Turismo do Pantanal, Hélènemarie Dias Fernandes, os incentivos do programa, surgem como possibilidade de solucionar o “fantasma” da insegurança da permanência de empresas e rotas aéreas que incluem Corumbá. "Com os incentivos, o Governo Federal cria alternativas para as companhias aéreas, diminuindo as várias taxas que precisam ser pagas, inclusive subsidiando assentos na aeronave que pode totalizar até 50% dos lugares”, comentou.

Investimentos do Governo Federal - O investimento que totaliza R$ 7,3 bilhões, vai tornar o turismo mais acessível para os brasileiros. De acordo com a Secretaria de Aviação Civil, o Programa de Aviação Regional trabalha para diminuir a distância entre destino e visitante. Por meio do investimento em 270 terminais aeroportuários, 96% da população estará a 100 quilômetros de um aeroporto, no máximo.

Corumbá está entre as 34 cidades estratégicas para o desenvolvimento do turismo no país. Os destinos, contemplados pela Política Nacional de Turismo, foram selecionados em parceria com o Ministério do Turismo e contemplam regiões fora das capitais. O programa-piloto já começou a ser desenvolvido na Amazônia.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions