A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 15 de Dezembro de 2018

24/07/2018 13:40

Direção chama episódio de “má-fé” e mantém porta de hospital fechada

Diretores afirmam que situação estava sob controle quando vítima de acidente chegou a hospital e que medida foi “devidamente avisada”

Helio de Freitas, de Dourados
Diretores do Hospital da Vida com o secretário de Saúde (à esquerda) Renato Vidigal (Foto: A. Frota)Diretores do Hospital da Vida com o secretário de Saúde (à esquerda) Renato Vidigal (Foto: A. Frota)

A porta de acesso ao setor de emergência do Hospital da Vida vai continuar fechada no período da tarde por falta de um vigia para cuidar do local. Dessa forma, pessoas socorridas até o hospital pelo Corpo de Bombeiros ou Samu (Serviço Móvel de Urgência) terão de ficar na maca, esperando até que um dos socorristas vá até a recepção pegar a chave e assinar um termo de responsabilidade.

A decisão foi anunciada nesta terça-feira (24), em reunião entre os diretores do hospital, os médicos Raul Espinoza e Majid Ghadie, com o secretário municipal de Saúde Renato Vidigal.

Ontem, um rapaz ferido em acidente de trânsito ficou na maca do Corpo de Bombeiros esperando a abertura da porta. A publicação na rede social Facebook gerou polêmica e muitas críticas à administração municipal.

Maior hospital público do interior de Mato Grosso do Sul, a unidade presta atendimento de urgência e emergência a pacientes de pelo menos 30 municípios da região.

Má-fé – Ao anunciarem ao secretário que, por segurança, a porta continuará fechada, os diretores consideraram a divulgação do episódio de má-fé, “uma vez que a situação estava sob controle e a medida devidamente avisada aos órgãos envolvidos”.

Ainda conforme a direção do hospital, a porta é mantida fechada para preservação da segurança dos pacientes, para evitar que pessoas não autorizadas adentrem pelo acesso.

Ameaça a feridos - “O diretor Majid Ghadie explica que, além de pessoas que querem visitar pacientes sem utilizar a recepção, há familiares de pacientes que chegam à unidade feridos a tiros ou a facadas que já procuraram a direção pedindo mais segurança depois de ver desafetos rondando o hospital”, afirmou a assessoria de imprensa da prefeitura.

“Para que não ocorra de pessoas entrando indevidamente pela porta de emergência, como eu mesmo já flagrei, tomamos esta medida que será mantida até que o porteiro eletrônico esteja instalado. A segurança dos pacientes e servidores está acima de tudo”, explicou Majid Ghadie.

Conforme os diretores, com a reforma e ampliação do hospital, a antiga entrada de emergência, onde existia porteiro eletrônico, foi desativada. “Na nova entrada ainda não há o aparelho, mas medidas foram adotadas para amenizar o tempo de espera entre a saída do paciente grave da ambulância e a entrada na unidade hospitalar”, diz a assessoria da prefeitura, em nota.

Os diretores reafirmaram que os órgãos responsáveis pelo transporte de pacientes de urgência e emergência em Dourados foram avisados.

A poucos metros - “Cópia da chave da porta foi entregue ao Corpo de Bombeiros e ao Samu e a disponibilizada uma cópia na portaria do hospital, que fica a poucos metros”, explicou Raul Espinoza. Segundo ele, os ofícios sobre o fechamento da porta foram encaminhados no dia 18 deste mês.

Espinoza afirma que há procedimentos no âmbito do atendimento em emergência levados em conta antes de a medida ser tomada.

O médico explica que uma ambulância que atende paciente com risco de morte tem aparato suficiente para mantê-lo até a chegada ao hospital, inclusive com médico acompanhando, o que não era o caso na ocorrência de segunda-feira.

Sem pressa - “Podemos ver no fatídico vídeo publicado em rede social que até mesmo a postura do bombeiro não era de quem tinha pressa em entrar com a vítima do acidente. Outra coisa, é o fato de que todos sabem que o paciente grave só sai da ambulância depois que a porta esteja aberta”, explicou o médico.

Já o secretário de Saúde afirma confiar na direção do hospital e chamou o episódio de caso isolado. “O procedimento já era do conhecimento da direção dos Bombeiros em Dourados. Tivemos esta divulgação e a direção está para esclarecer a população”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions