ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 26º

Interior

Prefeito é flagrado dando “cavalo de pau” com caminhonete

Além da manobra considerada perigosa, prefeito Juliano Ferro (PSDB) estava sem cinto na direção do veículo

Por Jhefferson Gamarra | 11/12/2023 14:39


Mais uma vez fazendo jus ao apelido de “mais louco do Brasil”, o prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro (PSDB), foi flagrado no último fim de semana realizando manobras perigosas ao sair de um posto de gasolina onde acontecia um encontro de motociclistas.

Vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o prefeito cumprimentando o autor da filmagem antes de assumir a direção de uma Chevrolet Silverado estacionada no local. Sem afivelar o cinto de segurança, o gestor dá partida, ronca o motor e engata a marcha a ré, cantando pneu. Em seguida, deixa o posto de gasolina dando “cavalinho de pau”.

Em resposta à reportagem, Juliano Ferro negou ter praticado uma manobra perigosa. Ele alegou que saiu "normalmente" do posto e que o ruído de pneus não partiu de seu veículo, mas sim de outras motocicletas presentes no evento. Quanto ao não uso do cinto de segurança, o prefeito minimizou a situação, afirmando que na cidade "todo mundo anda sem cinto".

A infração de direção perigosa é classificada como gravíssima e regida pelo Artigo 175 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro). O artigo estipula que a direção perigosa ocorre quando o veículo é utilizado para exibir ou demonstrar manobras arriscadas, incluindo arrancadas bruscas, derrapagens, e frenagens que resultem no deslizamento ou arrastamento dos pneus.

As penalidades decorrentes desta infração incluem uma multa gravíssima no valor de R$ 293,47, multiplicada por um fator de dez, totalizando R$ 2.934,7, suspensão do direito de dirigir, apreensão do veículo, recolhimento da habilitação do motorista infrator e remoção do veículo para o pátio do órgão autuador.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias