A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

09/11/2015 16:02

DOF acompanha Iagro em levantamento sobre rebanho de áreas ocupadas

Técnicos constataram pelo menos 400 cabeças de gado em três fazendas ocupadas por índios desde agosto deste ano

Helio de Freitas, de Dourados

Com apoio de policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), fiscais da Iagro (Agência Estadual de Defesa Animal e Vegetal) fizeram nesta segunda-feira (9) um levantamento nas fazendas ocupadas por índios guarani-kaiowá no município de Antonio João, a 279 km de Campo Grande. O objetivo foi descobrir quantas cabeças de gado ainda permanecem nas áreas que fazem parte dos 9.300 hectares reivindicados pelos índios como o território Ñanderu Marangatu.

Segundo o levantamento, pouco mais de 400 animais ainda estão nas fazendas Barra, Cedro, Fronteira e Primavera e precisam ser vacinados contra a febre aftosa. As propriedades estão ocupadas há quase 90 dias. No dia 21 de outubro, o STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu o mandado de reintegração e manteve os índios nas áreas até uma decisão final.

Segundo a assessoria de comunicação do DOF, durante a fiscalização e contagem do rebanho os índios teriam barrado a entrada dos agentes da Iagro na Fazenda Primavera. Após uma breve explicação do trabalho que seria feito, a entrada foi liberada e os fiscais puderam fazer a vistoria de forma pacifica.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions