A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/09/2016 11:38

Dois homens que atiraram em agente penitenciário continuam foragidos

Helio de Freitas, de Dourados
Pistoleiros que estavam na garupa de motos e atiraram em agente penitenciário (Foto: Divulgação)Pistoleiros que estavam na garupa de motos e atiraram em agente penitenciário (Foto: Divulgação)

A polícia iniciou nesta sexta-feira o terceiro dia de buscas aos dois pistoleiros que atiraram no agente penitenciário Enderson Antônio Bogas Severi, 34, na manhã de quarta-feira (31) em Naviraí, a 366 km de Campo Grande. Os dois pilotos das motos envolvidos no crime estão presos.

De acordo com o delegado regional da Polícia Civil Claudineis Galinari, a força-tarefa envolve policiais civis, militares e federais. Um dos atiradores é o ex-presidiário Fabiano Nere Santana, 25, é natural de Itaquiraí, com várias passagens pela polícia e procurado pela Justiça do Paraná por tráfico de drogas. O outro bandido ainda não teve a identidade revelada.

Além deles, estão presos Edson dos Santos Bonfim, 22, e Lucas Silva Pimentel, 20, o “Monstro”, que pilotavam as motos em que estavam os pistoleiros. O penitenciário permanece internado em um hospital de Dourados, a 233 km da Capital. Ele levou quatro tiros de pistola 9mm.

De acordo com o delegado, há indícios de que Fabiano tenha deixado a cidade, mas as buscas continuam porque o outro pistoleiro pode continuar escondido nos arredores de Naviraí.

Ordem do PCC – O ataque ao agente penitenciário fez parte de uma mobilização criminosa, chamada “salve geral”, para comemorar o aniversário do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Em Mato Grosso do Sul, além do ataque a um agente penitenciário, o “salve geral” inclui atentado contra policiais civis e policiais militares, ordem que terá de ser cumprida até segunda-feira, dia 5 de setembro.

Enderson Severi tinha acabado de deixar o filho em uma creche em Naviraí e seguia em uma Honda Biz pela Rua Ponta Porã quando quatro homens em duas motos se aproximaram.

Câmeras de segurança instaladas em frente ao local gravaram o momento em que os dois homens na garupa das motos atiraram em Enderson, que levou quatro tiros. O agente perdeu o baço e os dois tiros que atingiram a região do tórax atravessaram o pulmão.

Nesta sexta-feira, um agente penitenciário federal foi morto a tiros em Cascavel, interior do Paraná.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions