A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/08/2016 21:13

Dois homens são executados a tiros no início da noite na fronteira

Nyelder Rodrigues
Equipes policiais fazem a perícia do corpo do torneio mecânico morto no lado brasileiro da fronteira (Foto: Ponta Porã Digital)Equipes policiais fazem a perícia do corpo do torneio mecânico morto no lado brasileiro da fronteira (Foto: Ponta Porã Digital)

Duas mortes a tiros marcaram o início desta noite de quarta-feira (10) na fronteira entre Brasil e Paraguai nas cidades de Ponta Porã e Pedro Juan Cabalerro. No lado brasileiro, a vítima foi o torneio mecânico Charles Farias, de 55 anos.

Segundo o site Ponta Porã Digital, ele era dono de uma tornearia e estava no local, que fica na rua 18, esquina com a Laçador, no bairro Flamboyant. Além da vítima, o filho de 10 anos estava no local, mas não foi atingido.

Charles foi atingido por mais de 20 tiros de pistola 9mm e morreu instantaneamente. Já a criança, por ter visto a execução do pai, ficou em estado de choque e precisou de atendimento médico em hospital de Ponta Porã.

Informações indicam pistoleiros passaram no local à bordo de uma motocicleta paraguaia e surpreenderam a vítima. De acordo com o Ponta Porã Digital, Charles tinha passagem por tráfico e o crime pode ter sido um ajuste de contas com o crime organizado da região.

Lado paraguaio - Pouco depois, em Pedro Juan, foi morto ao ser atingido por vários disparos Júlio César Bogado Rivas. Ele estava no bairro Amistad I em uma camionete VW Amarok quando foi alcançado por uma dupla de pistoleiros.

Ele foi executado com diversos tiros e morreu no local. Logo em seguida, os assassinos, que estava de moto, fugiram. A polícia paraguaia apura os fatos, assim como a Polícia Civil investiga a morte ocorrida no lado brasileiro. Ainda não há informações se há ligação entre os crimes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions