A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

11/12/2014 19:55

Dois índios são mortos em tiroteio e outro está desaparecido

Liana Feitosa

Dois índios foram mortos durante uma confusão que gerou tiroteio na aldeia Alves de Barros, região de Porto Murtinho, município a 431 quilômetros de Campo Grande. Segundo a Polícia Civil de Bodoquena, os homens, um de 42 anos e outro de 26, deram entrada no hospital da cidade por volta das 15h de hoje (11).

O Campo Grande News entrou em contato com o hospital para confirmar as mortes, mas, segundo eles, somente um dos homens deu entrada. Ademir Matchua, 42 anos, cacique da aldeia, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. 

As informações passadas pela polícia e pelo hospital estão desencontradas, mas até o momento há indícios de que, além de Ademir, outro índio morreu e um terceiro está desaparecido, o líder indígena Ambrósio da Silva.

Além disso, nem o hospital, nem a polícia, sabem indicar o paradeiro do homem de 26 anos que também teria morrido. De acordo com a polícia de Bodoquena, ainda não é possível levantar mais detalhes sobre o fato, pois familiares das vítimas ainda não procuraram a polícia, já que que estão no funeral.

Conforme a polícia, apesar da proximidade da aldeia com a cidade de Bodoquena, o caso será encaminhado para Porto Murtinho, já que a aldeia pertence a essa cidade.

 

Homem é morto com quatro tiros por dupla em motocicleta
Homem de 51 anos foi assassinado com pelo menos quatro tiros, na noite desta terça-feira (19), por volta das 19h30, em frente a sua residência, local...
Analista do TJMS é denunciada por esquema de falsificação de documentos
Seis pessoas incluindo uma analista jurídica da 4ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul foram denunciados pelo MPF (Ministério Púb...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions