ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 33º

Interior

Dupla é presa depois de atirar contra homem e ser perseguida pela polícia

Vítima não foi atingida pelos tiros e se escondeu em telhado de casa próxima à local do crime

Por Ana Oshiro | 26/07/2021 09:00
Dupla atirou contra homem em conveniência e foi preso após perseguição (Foto: Reprodução)
Dupla atirou contra homem em conveniência e foi preso após perseguição (Foto: Reprodução)

Glauco dos Santos Rondon, de 40 anos, e Glauber dos Santos Rondon, de 34, foram presos em flagrante na madrugada desta segunda-feira (26) em Corumbá, depois de perseguição policial e tiros.

De acordo com o boletim de ocorrência, a dupla foi presa depois que um morador chamou a polícia avisando que tinha um homem no telhado de sua casa. A equipe chegou ao local e encontrou o indivíduo escondido, ele disse que estava em uma conveniência quando dois homens passaram de carro atirando, então fugiu e se escondeu no telhado da casa.

Testemunhas disseram que a dupla estava em um carro branco, parado na esquina da avenida Rio Branco com a rua Cáceres, no centro de Corumbá. Quando a equipe chegou perto do carro, Glauco, que estava como motorista, jogou o veículo contra a viatura e fugiu em alta velocidade.

Os policiais atiraram nos pneus do carro, mas acertaram a parte inferior da porta traseira e o para-lama do lado esquerdo, a dupla continuou a fuga, furando semáforos fechados e paradas obrigatórias. A equipe perseguiu o veículo até a rua Porto Carrero, onde Glauco desceu do carro e entrou em uma casa.

Glauber estava como passageiro do veículo e foi abordado e algemado ainda na calçada. O policiais pediram reforços e entraram na casa para procurar por Glauco, que foi encontrado escondido dentro da cozinha, com as luzes apagadas.

Durante buscas no veículo a polícia encontrou uma pistola calibre .25, com seis munições intactas e numeração parcialmente ilegível. Autuando em flagrante Glauco e Glauber por porte ilegal de arma de fogo.

Glauco ainda foi preso, também em flagrante, por dirigir embriagado. Ele estava em estado visível de embriaguez, com olhos vermelhos, odor forte de álcool e confessou que ingeriu bebida alcoólica.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário