A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/07/2016 10:06

Dupla paulista diz que levaria pacotes com US$ 2,4 milhões a desconhecido

Leandro Abreu
Policiais rodoviários federais fazem contagem de dólares encontrados com casal. (Foto: Divulgação/DOF)Policiais rodoviários federais fazem contagem de dólares encontrados com casal. (Foto: Divulgação/DOF)

Os dois presos na noite de sábado (9) com US$ 2,421 milhões, em Corumbá, moram em Guarulhos, na Grande São Paulo, e foram contratados para levar a quantia até a rodoviária da cidade sul-mato-grossense, onde a entregariam a um desconhecido, que os reconheceriam pelas roupas que estavam usando.

Eles foram identificados como Alexandro Benevides, 42 anos, e Eliete Benevides, 45 anos. Alegam que não sabiam estar transportando dólares – o dinheiro estava em embrulhos simulando presentes – e receberiam R$ 4 mil pelo trabalho de 'mula'.

Pela última cotação da semana passada, o montante transportado pelo casal equivale a R$ 7,96 milhões.

O flagrante foi feito por equipes do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e da PRF (Polícia Rodoviária Federal), durante a operação “Corumbá Segura II”, deflagrada pelo GGIFRON (Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira).

Eliete, presa por evasão de divisas (Foto: Divulgação)Eliete, presa por evasão de divisas (Foto: Divulgação)
Alexandro, que junto com Eliete disse que ganharia R$ 4 mil para trabalho de 'mula' (Foto: Divulgação)Alexandro, que junto com Eliete disse que ganharia R$ 4 mil para trabalho de 'mula' (Foto: Divulgação)

Segundo o DOF, o casal informou que uma mulher os contratou para fazer a viagem. O ônibus em que eles estavam, da viação Andorinha, saiu da cidade paulista e foi parado pela polícia no último ponto de fiscalização antes de chegar na rodoviária de Corumbá.

Os maços de dólares, camuflados como presentes, foram encontrados sob os bancos do casal e no bagageiro do veículo. Eles informaram à polícia que não sabia o que estavam transportando, dizendo apenas que esperariam na rodoviária de Corumbá até que um desconhecido os reconhecessem pelas roupas e pagasse o combinado pelo transporte.

Maços de dólares estavam escondidos sob os bancos onde o casal estava e no bagageiro do ônibus. (Foto: Divulgação/DOF)Maços de dólares estavam escondidos sob os bancos onde o casal estava e no bagageiro do ônibus. (Foto: Divulgação/DOF)

Os dois foram presos por evasão de divisa, que é quando quantias em dinheiro vivo, acima de R$ 10 mil, são transportadas sem declaração.

A operação “Corumbá Segura II”, que teve início na manhã deste sábado e termina hoje, é integrada por efetivos da Polícia Militar, DOF (Departamento de Operações de Fronteira), Polícia Civil, PRF (Polícia Rodoviária Federal), Polícia Federal, PMRv (Polícia Militar Rodoviária), Guarda Municipal, Agetrat (Agência Municipal de Trânsito), Marinha, além de outros órgãos de segurança e de fiscalização. O objetivo é garantir patrulhamento das entradas e saídas da cidade para a repressão a crimes transfronteiriços.

Jovem de 18 anos sai pulando muros do bairro São Bento para fugir de atirador
Um jovem de 18 anos foi encontrado escondido em uma residência do bairro São Bento, em Sidrolândia, a 71 quilômetros de Campo Grande, após fugir de u...
Passo do Piraju deve receber posto de saúde e energia, determina Justiça
O MPF-MS (Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul) conseguiu na Justiça que a União fosse condenada a construir um posto de saúde e instalar...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions