ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Em fase de depoimentos, polícia ainda não tem pistas sobre homicídio em bar

Robson Viega, de 32 anos, foi executado a tiros na noite de sábado (26) enquanto dançava com a irmã

Por Aletheya Alves | 28/09/2020 14:01
Robson Viega, de 32 anos, foi morto a tiros enquanto dançava com a irmã. (Foto: Reprodução/Facebook)
Robson Viega, de 32 anos, foi morto a tiros enquanto dançava com a irmã. (Foto: Reprodução/Facebook)

Ainda sem definições sobre quem é o assassino, polícia está em fase de depoimentos para investigar o homicídio de Robson Viega. O homem, de 32 anos, foi morto a tiros enquanto dançava com a irmã em um bar de Antônio João, a 279 quilômetros de Campo Grande, na noite de sábado (26).

Responsável pelo caso, o delegado Eduardo Ferreira de Oliveira, disse que a equipe de investigação foi acionada e agora o momento é de colher depoimentos. “Vamos verificar se houve algum motivo recente que tenha causado a morte da vítima. Ainda não temos autor definido”, explica.

Questionados pela polícia, testemunhas relataram que Robson estava em um bar com suas duas irmãs, de 55 e 72 anos. Conforme registrado em boletim de ocorrência, a vítima e sua irmã mais nova dançavam quando um homem entrou no local e atirou várias vezes.

O primeiro disparo acertou a mão da irmã mais velha, enquanto os outros foram direcionados para Robson, que caiu no chão e foi alvejado por mais tiros. Após atirar, o homem fugiu a pé.

Ferida, a irmã de 72 anos foi encaminhada ao hospital da cidade, atendida e liberada.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário