A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

17/09/2018 10:17

Em mutirão, 96 pacientes passam por cirurgias oftálmicas

Até fim do mês estão previstas mais 140 procedimentos em seis especialidades médicas

Danielle Valentim
Com 27 leitos, o Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados é referência em eletivas no Estado. (Foto: Divulgação)Com 27 leitos, o Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados é referência em eletivas no Estado. (Foto: Divulgação)
Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados atende somente pacientes direcionados pelo sistema de regulação dos municípios. (Foto: Divulgação)Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados atende somente pacientes direcionados pelo sistema de regulação dos municípios. (Foto: Divulgação)

Um mutirão de três dias, no Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados, a 233 km de Campo Grande, atendeu pacientes de 34 cidades da região e realizou 96 cirurgias oftálmicas. Até o fim do mês, estão previstos 140 procedimentos em seis especialidades médicas.

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Coimbra, visitou o hospital neste domingo (16). Junto ao atendimento regular do hospital, são 220 procedimentos.

“É uma importante ação de regionalização. Agora os procedimentos que antes precisavam ser encaminhados para outras localidades, são feitas aqui. É um grande avanço. As cirurgias de baixa e média complexidade são realizadas aqui no hospital, reduzindo a fila de espera e desafogando leitos nos outros hospitais”, disse Coimbra.

O Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados atende somente pacientes direcionados pelo sistema de regulação dos municípios. Após o encaminhamento, o paciente segue para consulta, onde são realizados todos os exames necessários no local e a cirurgia é agendada. Após a cirurgia o paciente retorna nas primeiras 48 para o primeiro retorno e 30 dias depois para o segundo retorno.

Como o caso de Getúlia Campeiro, de 80 anos, que procurou a Unidade de Saúde de Caarapó com conjuntivite e foi diagnosticada com catarata. Um mês depois do encaminhamento pelo município ao Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados, ela já passava pela cirurgia oftalmológica. “O atendimento aqui é muito bom. Principalmente a atenção e o carinho que a equipe médica dá ajuda a acalmar”, disse.

Elsa Divina, de 59 anos, também passou pela cirurgia de catarata durante o mutirão e estava fazendo a primeira consulta de retorno. “O meu irmão realizou operação vascular aqui pelo Hospital há dois meses e também foi muito bem atendido”, completou.

Fortificando a regionalização da saúde em Mato Grosso do Sul, o Hospital de Cirurgias eletivas atende 34 municípios da região. O hospital foi entregue à população pelo Governo do Estado em 2015, com investimento estadual de R$ 600 mil, além de R$ 1,2 milhão aplicado em equipamentos.

Com 27 leitos, o Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados é referência em eletivas no Estado, realizando 880 consultas e 220 procedimentos por mês, nas especialidades de Cirurgia Geral, Ortopedia, Ginecologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Vascular e Oftalmologia.

O hospital é gerenciado pela Organização Social GAMP (Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública) que venceu a licitação aberta pelo Governo do Estado. A GAMP atua desde na prestação de serviços junto a governos municipais e estaduais em várias regiões do Brasil, realizando a administração de equipamentos de saúde e recursos públicos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions