ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Em protesto na prefeitura, professores questionam valor do 13º salário

Por Helio de Freitas, de Dourados | 13/01/2017 10:39
Educadores protocolaram requerimento sobre cálculo do 13º (Foto: Gracindo Ramos/Divulgação)
Educadores protocolaram requerimento sobre cálculo do 13º (Foto: Gracindo Ramos/Divulgação)

Educadores de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, protestaram nesta sexta-feira (13) no CAM (Centro Administrativo Municipal) contra o método adotado pela prefeitura para calcular o 13º salário. Professores e administrativos reclamam que receberam valores menores que o devido e querem uma revisão no cálculo.

Acompanhados de representantes do sindicato da categoria, os profissionais de educação foram até a Secretaria de Administração que funciona no CAM e protocolaram um requerimento pedindo informações sobre os critérios.

De acordo com a assessoria do sindicato, os educadores questionam a base de cálculo do abono. A prefeitura de Dourados passou a calcular o 13º pela média salarial dos últimos 12 meses, mas alguns servidores argumentam que tiveram perdas por causa de valores incorretos.

Na quarta-feira (11), os educadores se reuniram com a secretária de Administração, Denize Portollan, e foram informados que não existe ainda previsão para pagamento das férias, que deveriam ter sido pagas na administração anterior.

Segundo ela, as finanças da prefeitura ainda estão sendo examinadas pela atual administração e somente com os números em mãos poderá fazer uma previsão de quando férias serão pagas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário