ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Em tentativa frustrada de assalto, ladrões fogem para o Paraguai levando refém

Dupla arrastou filha da dona do veículo até Pedro Juan, onde refém foi liberada

Por Helio de Freitas, de Dourados | 23/03/2021 16:49
Um dos assaltantes (a pé) se aproxima para tentar roubar Voyage (Foto: Reprodução)
Um dos assaltantes (a pé) se aproxima para tentar roubar Voyage (Foto: Reprodução)

Vítima de assalto, uma jovem foi arrastada como refém por dois bandidos até o lado paraguaio da fronteira na tarde desta terça-feira (23) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. Guardas civis municipais da cidade brasileira pediram ajuda a policiais do país vizinho e a vítima foi liberada sem sofrer ferimentos. Os assaltantes fugiram.

Conforme informações apuradas pelo Campo Grande News, uma moradora e a filha estavam em um Voyage prata, parado perto do parque de exposições. Um dos assaltantes, magro, alto e usando camisa azul e boné branco, se aproximou e anunciou o assalto.

Câmera instalada em frente ao local gravou o momento do assalto. Apenas o assaltante de boné aparece na imagem, mas havia outro bandido no local, usando camiseta vermelha.

Veja o vídeo:

Os bandidos não conseguiram sair com o carro, mas levaram o celular da motorista e fizeram de refém a filha da mulher, uma jovem cuja idade ainda não foi informada. “Tocaram o terror com a menina, mas graças a Deus ela está bem”, disse o pai da moça sequestrada através de aplicativo de mensagem.

Segundo apurado pela reportagem, a jovem foi levada pelo assaltante alto, acompanhado de perto pelo outro bandido que não aparece no vídeo.

Com a arma apontada para a vítima, ele a arrastou por quatro quarteirões até Pedro Juan Caballero. Informados do crime, agentes da Guarda Civil Municipal Fronteira pediram apoio da Polícia Nacional.

Os bandidos libertaram a refém e se separam. Um deles roubou uma moto e fugiu em direção ao bairro Andreazza, em Ponta Porã. A jovem já está com a família e policiais e guardas da fronteira procuram os assaltantes.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário