A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

11/09/2017 09:06

Escolas retomam aula em horário normal, mas greve parcial continua

Escolas comunicaram pais de alunos que vão cumprir liminar do TJ e manter 66% dos educadores trabalhando

Helio de Freitas, de Dourados
Professores de Dourados durante protesto no desfile da semana passada (Foto: Adilson Domingos)Professores de Dourados durante protesto no desfile da semana passada (Foto: Adilson Domingos)

As 45 escolas da Rede Municipal de Ensino de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, voltaram a ter aulas em horário normal hoje (11). No período da manhã, os alunos entraram às 7h e vão sair por volta de 11h20. À tarde, o funcionamento também será das 13h às 17h. Os educadores reivindicam 7,64% de reajuste do piso do magistério e reposição dos salários dos administrativos, congelados há três anos.

Em comunicado enviado aos pais, as escolas informaram que a greve dos professores e servidores administrativos continua, mas que a partir de agora será cumprida a liminar do desembargador Carlos Eduardo Contar, do Tribunal de Justiça de MS, que determinou 66% dos educadores trabalhando em sala de aula.

A greve na educação de Dourados começou com 100% dos servidores parados no dia 21 de agosto, mas no dia seguinte, por força da liminar, os grevistas decidiram reduzir o horário de aula. A prefeitura reclamou ao tribunal e o desembargador multou o Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) em R$ 50 mil por dia.

Na semana passada, as escolas decidiram apoiar o movimento e a maioria ficou de segunda a quarta-feira sem aula. Por causa do feriado de 7 de setembro, na sexta-feira também não teve aula.

Hoje as escolas comunicaram aos pais que apesar de a prefeitura não ter feito nenhuma proposta para atender as reivindicações das categorias, os educadores decidiram retomar as aulas em tempo integral, mas 34% do efetivo vai continuar em greve. “Serão 66% dos professores atendendo 100% dos alunos e 100% das aulas”, informou em comunicado a direção da Escola Joaquim Murtinho, localizada na área central.

“A greve continua e nesta semana teremos novas atividades”, afirmou a presidente do Simted, Gleice Jane Barbosa. Os grevistas estão percorrendo os bairros para fazer panfletagem e atos próximos às escolas, informando sobre os motivos da paralisação.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions