A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

09/09/2019 11:12

Executado na frente de casa, empresário levou 20 tiros de pistola

Alberto José Koehler, o Gaúcho, foi morto por volta de 6h50 de hoje na Avenida Presidente Vargas, em Ponta Porã

Helio de Freitas, de Dourados
Alberto José Koehler era produtor rural e tinha empresa de transporte na fronteira (Foto: Reprodução)Alberto José Koehler era produtor rural e tinha empresa de transporte na fronteira (Foto: Reprodução)

Alberto José Koehler, o Gaúcho, 55, executado na manhã de hoje em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, saía de casa quando foi morto por pistoleiro. Produtor rural e empresário do ramo de transporte de cargas, Gaúcho foi atingido por pelo menos 20 tiros de pistola 9 milímetros e morreu no meio da rua.

O crime ocorreu por volta de 6h50 na Rua Presidente Vargas, 2.642, perto de uma escola particular infantil e no horário de entrada dos alunos. Alberto caiu morto a poucos metros do portão de casa.

De acordo com informações apuradas pela Polícia Civil, os tiros foram disparados pelo ocupante de um Toyota Corolla. Inicialmente havia informação de que o atirador estava em um Honda Civic.

A polícia procura imagens de câmeras de segurança instaladas próximas ao local para tentar obter mais detalhes sobre os autores do assassinato, o segundo em menos de 24 horas na cidade.

No sábado à tarde, Luan da Silva Cruz foi morto a tiros de fuzil em Ponta Porã, que junto com Pedro Juan Caballero enfrenta onda de assassinatos sem precedentes. Extraoficialmente, pelo menos cem pessoas teriam mortas neste ano nos dois lados da fronteira entre Mato Grosso do Sul e Amambay.

Policiais no local onde empresário foi executado hoje em Ponta Porã (Foto: Porã News)Policiais no local onde empresário foi executado hoje em Ponta Porã (Foto: Porã News)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions