ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Falsos policiais são presos por extorquir fazendeiros com venda de "rifa da PM"

Sandro Alex da Silva Lopes, de 48 anos e Valdir de Lima, de 51, foram presos com cerca de R$ 3,6 mil adquiridos nos golpes

Por Adriano Fernandes | 17/09/2020 21:39
Os estelionatários usavam uma camionete com emblema da Associação dos Militares Estaduais de Mato Grosso do Sul. (Foto: Polícia Militar)
Os estelionatários usavam uma camionete com emblema da Associação dos Militares Estaduais de Mato Grosso do Sul. (Foto: Polícia Militar)

Dois estelionatários que se passavam por policiais militares para aplicar golpes em fazendeiros foram presos em operação conjunta da Polícia Militar e Polícia Civil, na quarta-feira (16), em Santa Rita do Parado, cidade a 266 quilômetros de Campo Grande. Com Sandro Alex da Silva Lopes, de 48 anos e Valdir de Lima, de 51, foram apreendidos cerca de R$ 3,6 mil extorquidos dos proprietários rurais, com a venda de uma suposta rifa da Ame (Associação dos Militares Estaduais de Mato Grosso do Sul).

Os estelionatários, inclusive, usavam uma camionete com emblema da associação, fixado a porta para não levantar as suspeitas dos fazendeiros. Às vítimas eles informavam que a verba seria revertida em benfeitorias à Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul. Muitos produtores se sentiam intimidados a adquirir as cartelas. Uma das vitimas, de 62 anos, foi induzida a comprar R$ 300 da suposta rifa.

Os golpes foram denunciados à polícia pelo Sindicato Rural da cidade, depois que muitos proprietários rurais relataram ter passado pela mesma situação. Durantes as buscas aos criminosos, nesta quarta-feira (16) equipe formada por militares da 7ª Companhia Independente de Polícia Militar e Polícia Civil de Santa Rita do Pardo, sob coordenação do delegado Caique Ducatti, encontrou a dupla hospedada num hotel da cidade.

No local foram apreendidos R$ 3,6 mil em cheques e dinheiro, adquiridos com as vítimas e comprovantes de depósitos feitos na conta de Sandro. Com a dupla também foram encontradas várias rifas prontas para a venda, bem como canhotos preenchidos, adesivos da AME e ofícios da associação com o endereços dos comandantes locais da Polícia Militar. Diante do flagrante a dupla foi presa por estelionato da delegacia da cidade.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário