ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Festa é cancelada após suspeita de prefeito usar evento para se promover

Juliano ferro (PSDB) lamentou o ocorrido e atribui culpa do cancelamento a “denúncias feitas pela oposição”

Por Idaicy Solano | 08/03/2024 10:58
Prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro (PSDB). durante pronunciamento sobre o cancelamento da festa (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro (PSDB). durante pronunciamento sobre o cancelamento da festa (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A Festa do Peão, que estava programada para acontecer em abril na cidade de Ivinhema, distante 289 km de Campo Grande, foi cancelada na tarde desta quinta-feira (7). Conforme noticiado pelo Campo Grande News, havia suspeita por parte do Ministério Público de que o prefeito da cidade, Juliano Ferro (PSDB), estaria usando a festa para se promover.

Em suas redes sociais, o prefeito da cidade lamentou o cancelamento da festa e atribuiu este acontecimento à “denúncias feitas pela oposição”. Na publicação, ele ainda pediu desculpas aos comerciantes, hoteleiros e empresários locais pelos impactos econômicos do cancelamento da festa, que agora será realizada apenas em novembro, conforme o calendário do município.

“Nós consultamos nosso jurídico, e devido a essa denúncia da oposição de Ivinhema, fomos orientados a cancelar a Festa do Peão", disse.

A Festa do Peão de Ivinhema já havia confirmado a presença de atrações renomadas, como Paulo Pires, Icaro e Gilmar, Léo e Raphael, Henrique & Diego, Manutti, Pedro Paulo e Alex, entre outros.

Denúncia - A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Ivinhema instaurou dois inquéritos civis após receber denúncia contra o prefeito da cidade. Um dos casos corre em sigilo. O outro destaca a divulgação da Festa do Peão, que já é tradicional na cidade e será realizada nos dias 11 a 13 de abril deste ano.

Dentre os motivos investigados pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) está a prática de promoção pessoal com emprego de recursos públicos em afronta a Constituição Federal e lei de improbidade administrativa e eventuais ilegalidades em processos de inexigibilidade de licitação para contratação de artistas pelo município.

Mais de meio milhão - No DOU (Diário Oficial do Estado) desta quarta-feira (6), a Prefeitura de Ivinhema publicou a contratação de três shows que somam R$ 570 mil para a Festa do Peão. Por serem artistas específicos, os pagamentos são feitos com inexigibilidade de licitação.

O show de Paulo Pires, no dia 12 de abril custaria R$ 120 mil. Para a dupla Ícaro e Gilmar no dia 11 de abril seria pago o valor de R$ 250 mil e o da dupla Léo & Raphael no dia 12 de abril, R$ 200 mil.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias