ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  30    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Fronteira está fechada até com cerca de arame, mas droga passa livremente

Caminhão com maconha abandonado por traficantes na Linha Internacional, em Ponta Porã (Foto: Divulgação)

Por Helio de Freitas, de Dourados | 01/04/2020 10:52
Caminhão com maconha abandonado por traficantes na Linha Internacional, em Ponta Porã (Foto: Divulgação)
Caminhão com maconha abandonado por traficantes na Linha Internacional, em Ponta Porã (Foto: Divulgação)

Mesmo com a fronteira fechada pelo Exército paraguaio por causa da pandemia do novo coronavírus, o tráfico de drogas não parou entre os dois países. Com quase 500 km de fronteira seca, as valetas abertas em alguns trechos e a cerca de arame farpado instalada entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã não conseguem impedir que a maconha produzida no país vizinho continue chegando a Mato Grosso do Sul.

Nesta terça-feira (31), policiais militares apreenderam em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, 761 quilos de maconha no fundo falso de um caminhão com placa de Minas Gerais.

De acordo com a PM, os policiais faziam patrulhamento na Avenida Internacional quando receberam informação anônima de que o motorista havia estacionado o caminhão sob o canteiro da rua que divide as duas cidades. Em seguida, carro de cor escura, cujo modelo não foi informado, parou ao lado do caminhão, o motorista entrou e o veículo deixou o local em alta velocidade.

Quando os policiais chegaram encontraram o caminhão com as portas destravadas e a chave no quebra-sol. Durante vistoria perceberam o fundo falso, onde estavam 666 tabletes de maconha. A principal suspeita é que o veículo foi deixado no local à espera do motorista que seguiria viagem com a carga. O caminhão com a droga foi entregue à Polícia Civil.